Tag: ‘festa junina’

24
jun
2014

Suco de Milho Verde

por: Patty Martins

Suco de milho

Esses dias comprei umas espigas de milho e pedi sugestões no Instagram (segue aí @aquinacozinha) do que fazer com elas e recebi várias sugestões. Mas a que me deu logo vontade de fazer foi o Suco de Milho Verde que a Simone Brito (@florcitamko) sugeriu. Eu andava esquecida dessa receita, mas quando ela falou, me deu logo vontade de fazer.

Apesar de estar bem frio esses dias aqui, tive que aproveitar a safra do milho e fazer esse suco que é simplesmente delicioso.

Quando eu morava no estado de São Paulo eu gostava muito de ir naquelas lanchonetes que são especializadas em receitas com milho e o que eu mais gostava de tomar era o suco e o sorvete de milho. Tem uma dessas casas do milho, bem na entrada da cidade de São Paulo que é ótima (não lembro o nome dela agora e nem se era na Bandeirantes ou na Anhanguera), quem souber o nome, deixa aí nos comentários por favor.

Bem, vamos lá então:


19
jun
2014

Bolo de fubá super fofo

por: Patty Martins

Bolo de fubá

Gente esse bolo de fubá é di-vi-no, sem exageros. Ele é um dos bolos de fubá mais fofinhos que faço, super fofo mesmo.

Esse é aquele bolo de fubá clássico da vovó, aquela receita bem antiga que vai erva doce e fica aquele cheirinho na casa quando está fazendo. Aqui em casa, as crianças não gostam dele com erva doce, mas eu gosto muitooo, por isso dessa vez usei erva doce, mas é opcional e você não precisa colocar.

Uma dica é substituir a erva doce por uma colher (de sopa) de queijo parmesão ralado, dá uma diferença bem bacana. Mas, você pode fazer só com fubá mesmo, purinho, que é uma delícia para comer com café, ou com um chá.

Ele lembra casa de vó e é tão simples de fazer, veja:


30
abr
2014

Receita de Doce de Batata Doce

por: Patty Martins

Doce de Batata doce

Quando eu era pequena meu pai dizia: “Qual o doce mais doce que existe? O doce mais doce que existe, é o doce de batata doce” kkkk. Porque será que falam isso? Nem acho que esse é o doce mais doce. Vai saber né?

Esse é um doce que minha avó e minha mãe faziam quando eu era criança e eu sempre gostei. Hoje parece que essa receita se perdeu um pouco, nem vejo muito esse doce por aí. Vocês também tem essa impressão?

Bem, essa semana fiz ele aqui em casa e fotografei para mostrar como faço. Se você gosta dele, aproveita e faz e se você ainda não conhece ou nunca fez, aproveita e experimenta.

Veja como fiz:


15
ago
2013

Bebida quente de milho

por: Patty Martins

Bebida quente de milho

Fiz essa Bebida Quente de Milho por conta desse frio congelante. Jesus, que frio é esse! E olha que moro no Nordeste (mas aqui é frio e é onde o Nordeste garoa, como disse Luiz Gonzaga), imagine quem mora no Sul, né meninas de Curitiba (sempre presentes aqui no blog)?

Vou te dizer, essa bebida esquenta o corpo e a alma, dá sustância e é reconfortante. Parece um curauzinho mais ralo para tomar no copo ou na xícara. Pessoas que gostam de milho (eu!!!) vão amar essa sugestão.

Então, mãos à obra que dá para fazer ainda hoje:


8
jul
2013

Receita de Mungunzá com Leite Condensado

por: Patty Martins

Canjica ou Mungunzá com leite condensado (2)

Agora o frio chegou de vez, né gente? Aproveitei e fiz nesse fim de semana esse Mungunzá, ou como chamam no Sul e Sudeste do Brasil, Canjica. Eu já fiz aqui no blog algumas receitas de mungunzá, mas dessa vez fiz usando leite condensado e creme de leite. Dá uma cremosidade super especial.

É uma receita bem fácil de fazer, vamos ver como fiz:


2
jul
2013

Sugestão de Cardápio – Festa Junina

por: Patty Martins

Cardapio para festa junina

Eu sei que a maioria das festas juninas, principalmente aqui no Nordeste já acabaram. Mas, também sei que cada vez mais pipocam pelo país as festas julhinas. Então, como hoje mais cedo, dei a receita de Arroz Doce e não tive tempo antes para esse post, por conta das mudanças técnicas aqui do blog, resolvi publicar hoje. Tá valendo, né?

São apenas sugestões do que não pode faltar em um arraial caipira. Dessa vez não vou fazer uma lista de compras porque aqui, vai variar muito para quantas pessoas você vai organizar a festa.

Festa Junina é uma tradição da cultura popular brasileira, onde o homem do campo agradece a colheita do meio do ano. Muito importante nesse tipo de festa são as comidas típicas, as músicas, os instrumentos (sanfonas, matracas, triângulo, etc…) e as danças (Congada, de Minas Gerais, o Bumba meu boi, do Maranhão e a tradicional quadrilha). Junte sua família, escolha um local (que pode ser na sua casa mesmo) e organize um momento muito agradável para fazer com a família, onde crianças e adultos podem curtir juntos.


2
jul
2013

Arroz Doce com Leite Condensado

por: Patty Martins

Arroz Doce com Leite Condensado (5)

Muitos dias sem postar aqui por conta das mudanças que fiz no layout, estou voltando com essa receita de Arroz Doce. Podem apostar que sinto muita saudade quando não posso acordar e publicar uma receita e responder a comentários. Isso faz parte do meu dia a dia e quando não faço sinto falta. Mas, para fazer todas essas mudanças foi preciso muito trabalho e só agora estou podendo a voltar a postar.

Então, estou voltando e agora com esse Arroz Doce, para comer nesse friozinho. Daqui da minha janela estou vendo uma garoa gelada caindo lá fora.

Essa receita é fácil e rápida de fazer, veja:


18
jun
2013

Mingau de Tapioca

por: Patty Martins

Mingau de Tapioca da Bahia

 

Esse é o típico Mingau de Tapioca da Bahia. Eu gosto muito e durante toda a minha infância lá, eu comia. Agora praticamente todas as vezes que vou para lá, como o que Silvandira (minha amiga que é craque em comida baiana) faz, ô delícia.

Para quem já foi de férias para a Bahia provavelmente já comeu esse mingau. Ele é muito comum no café da manhã e a maioria dos hotéis serve esse mingau. Aliás, não tem café da manhã como o nordestino, né gente?  E o sertanejo então, tem muita sustância.

Para fazer esse mingau não tem segredo, eu acho que o mais difícil é encontrar a tapioca. Para fazer o mingau usamos a farinha de tapioca que é aquela torradinha. Ela é quebradinha (tipo biju). Eu não acho essa farinha de tapioca para comprar aqui em Garanhuns, então todas as vezes que vou para a Bahia eu trago um saco, que dura muiiiito. Para quem tem aquelas Casas do Norte na sua cidade pode procurar lá.

Agora vamos à receita:


14
jun
2013

Mungunzá Salgado

por: Patty Martins

Mungunza+salgado+(7)

 

Eita friozinho bom gente. Está fazendo frio aí na sua região? Aqui está frio e com uma chuvinha mais fria ainda. Ontem como falei, foi feriado aqui em Garanhuns, dia do padroeiro da cidade. Aproveitando o frio e a vontade de comer uma comida mais “pesada”, daquelas que esquentam até a alma, resolvi fazer esse Mungunzá Salgado. Foi uma boa opção. Uma deliciosa opção!

Esse mungunzá se encaixa na categoria de comidas tipo Feijoada, Cassoulet e por aí vai. Mungunzá é conhecido no Sudeste como canjica, então essa seria uma Canjica Salgada.

Aproveitando eu queria dar duas dicas:

  • Esse Mungunzá Salgado é uma opção muito boa para servir nas Festas Juninas que estão pipocando pelo país. Coloca ele em canequinhas e serve bem quentinho e você vai ver o sucesso que você vai fazer.
  • Uma boa também, é servir em copinhos de boteco em dias de jogos. Como a Copa das Confederações começa amanhã, faz esse mungunzá e serve com uma pimentinha para os torcedores de sua casa e depois me conta se não foi sucesso.

Vamos à receita?


16
mai
2013

Bolo de Tapioca da Bahia

por: Patty Martins

Bolo+de+tapioca+da+Bahia+(8)

Esse bolo é espetacular. É o bolo da minha infância. Minha avó e minha mãe faziam. Eu disse certo, faziam. Acreditam que liguei para minha mãe, que ainda mora na Bahia, e pedi que ela me lembrasse dessa receita que eu tinha me esquecido se precisava ou não deixar a tapioca de molho. Sabem qual foi a resposta dela? Não sei. Isso mesmo, ela também não lembrava. Minha mãe nunca foi de anotar receita e ela simplesmente esqueceu. Como minha avó não está mais entre nós, corri para ligar para algumas amigas para saber como elas faziam a receita. Liguei para Silvandira, em Salvador (Silvinha é daquelas pessoas craques na cozinha, sabe como é? E se for comida baiana então, Jesus, ela sabe tudo), e ela me disse que fazia sem colocar a tapioca de molho (como eu imaginava). Daí minha mãe falou com outra amiga nossa, a Simone, lá de Senhor do Bonfim, e a Simone também não colocava de molho. Então, decidi fazer no dia seguinte.

À noite recebo uma ligação de minha mãe: “Faz a receita como a gente falou, que dá super certo, é aquele bolo mesmo que a gente fazia a muito tempo atrás. Eu fiz e já comemos quase todo de tão bom que está.” kkkk. Isso porque o médico mandou ela fazer dieta.

Daí no dia seguinte fiz o bolo. Tive que fazer para ver se realmente era tão gostoso quanto eu lembrava. E era.

Veja então a receita do nosso delicioso Bolo de Tapioca:


Página 1 de 512345