Arquivo da categoria: Arroz, Macarrão, Panqueca e Lasanha

Receita de “Arroz” de Couve-Flor (low carb)

A Receita de “Arroz” de Couve-Flor já é uma receita bem conhecida de quem faz dieta. Eu mesma conheço e certamente faço essa receita há muitos anos, aprendi em um grupo de emagrecimento que frequentei quando morava em Rio Claro (SP), eu e esse efeito sanfona que me atormenta já me fez tentar de quase tudo.

Essa é uma dica ótima para quem quiser comer um prato que lembra muito o arroz, mas sem carboidrato. Fica bem leve e uma delícia. Substitui muito bem o arroz de todo dia.

Acima de tudo, essa é uma ajuda e tanto para diminuir a quantidade de calorias que ingerimos em uma refeição e muito nutritiva.

A Fernanda Zanovello, nossa nutricionista querida, que tem nos mostrado o quanto é saudável e o quanto faz bem o que temos comido nessas receitas da detox, vem agora falar dessa receita de “arroz” de couve-flor:

Patty veja os nutrientes presentes nessa receita:

COUVE-FLOR

Em primeiro lugar a couve-flor, ela tem fibras, vitamina C, potássio, fósforo, antioxidantes e é ótima para prevenção de câncer.

ÓLEO DE COCO 

Óleo de coco contém TCM (triglicerídeos de cadeia média) de fácil metabolização, resistente à oxidação e estável ao calor (sendo indicado para uso culinário). É utilizado como fonte de energia para o metabolismo (não sendo armazenado no organismo como gordura corporal). 

 SAL MARINHO

Sal marinho tem sódio (essencial para distribuição orgânica de água e volume sanguíneo), iodo (componente dos hormônios tireoidianos T3 e T4), cálcio, magnésio, enxofre (auxilia no processo de detoxificação do fígado).

 CEBOLA

Cebola é rica em fibras, potássio, cálcio, fósforo, magnésio, sódio, prevenção de doenças cardiovasculares, auxilia no tratamento de doenças respiratórias, prevenção de câncer, ação anti-inflamatória.

 Fernanda Zanovello

CRN-9 02100272

Facebook: Fernanda Zanovello

fernandabz2009@gmail.com

Veja que receita boa:

Continue lendo Receita de “Arroz” de Couve-Flor (low carb)

Arroz Sírio da Leila Abud

Mais uma receitinha da minha estada em Taquaritinga. Dessa vez foi a Leila quem fez esse Arroz Sírio para o almoço, e para esclarecer para vocês e até para mim, já que não sabia ao certo o que era, eu resolvi fotografar o passo a passo da receita para mostrar aqui para vocês.

A Leila é irmã da Célia que fez aquele Bolo de Chocolate Branco que publiquei ontem, elas tem descendência sírio-libanesa, portanto esse tipo de comida são com elas mesmo.

Para resumir, esse Arroz Sírio, era uma receita que a mãe delas fazia muito, era receita do dia a dia mesmo e que toda a família gosta. Nos dias que estávamos lá, ela fez para nós e eu também gostei muito.  É um arroz ótimo para acompanhar carne ou frango e se for um ensopadinho, melhor ainda.

Vamos ver a receita da Leila:

Continue lendo Arroz Sírio da Leila Abud

Arroz de Festa com Vinho, Castanha e Salsinha

Arroz de Festa assim incrementado e cheio de ingredientes gostosos são uma delícia. O Arroz de Festa combina com qualquer momento e é o acompanhamento perfeito para qualquer refeição. Você também pode fazer e DEVE FAZER o Arroz de Festa para a sua ceia de natal, esse com certeza não pode faltar mesmo! É delicioso, bem rápido e não precisa ter habilidade nenhuma na cozinha.

Essa receita até que é simples, mas tem um toque de sofisticação por conta do vinho seco. Fiz aqui em casa há uns dias atrás e todos gostaram muito. Aliás no dia que fiz ele para o almoço, comi só ele, dispensei todo o resto.

Fora que ele é super simples de fazer e você pode aproveitar sobras de arroz.

Veja:

Arroz de Festa com Vinho, Castanha e Salsinha

Ingredientes

5 xícaras de arroz cozido
1 colher (de sopa) de manteiga (com manteiga fica bem mais gostoso do que com margarina)
1/2 xícara (de chá) de vinho branco seco
1/2 xícara (de chá) de passas sem sementes (branca ou preta)
1 xícara (de chá) de castanha de caju
1 xícara (de chá) de salsinha bem picadinha ( usei bastante porque fica uma delícia e gostamos muito)
Sal e pimenta do reino moída na hora

Modo de Preparo

  • Em uma panela aqueça a manteiga e coloque o arroz cozido.
  • Acrescente o vinho e deixe esquentar bem.
  • Adicione as passas, a castanha picada grosseiramente e a salsinha, mexa bem e deixe aquecer novamente.
  • Se precisar, acerte o sal e coloque um tiquinho de pimenta do reino moída na hora, mas é só para dar um toque, um pouquinho mesmo.
  • Sirva quente.

Dicas:

  • Se quiser preparar o arroz especialmente para essa receita fique à vontade e lembre-se para cada xícara de arroz cru, use 2 xícaras de água quente, pois assim você terá um arroz soltinho.
  • Essa receita pode ser feita com o arroz branco normal, com o parboilizado ou com o integral.
  • Se preferir substitua o vinho por suco de laranja fresco (sem adoçar hein).
  • Usei castanha de caju sem sal, se a sua for salgada cuidado com o sal final.

Fiz uma série lives, ensinando receitas para fazer um Jantar Romântico. Por isso quero lhe indicar a receita deste maravilhoso e fácil de fazer Arroz à Piamontese:

Arroz de Açafrão

Esse arroz com açafrão é um arroz que fica ótimo para variar o arroz do dia a dia, mas assim enformado e decorado fica ótimo para qualquer festa. Sem dizer que é um arroz muito saboroso.

Arroz de Açafrão

Ingredientes

2 xícaras (de chá) de arroz parboilizado
4 xícaras (de chá) de água fervente
2 colheres (de sopa) de cebola bem picadinha
1 colher (de chá) de alho espremido
2 colheres (de sopa) de óleo
1 colher (de sobremesa) de açafrão em pó (também chamada de Cúrcuma da terra)
Sal a gosto (usei 1 e 1/2 colher de chá)
1 xícara (de chá) de ervilhas congeladas

Modo de Preparo

  • Em uma panela coloque o óleo, a cebola e o alho e deixe fritar levemente (só murchar mesmo, não precisa dourar).
  • Acrescente o arroz e frite um pouquinho até o arroz ficar levemente transparente. Adicione o açafrão e o sal, misture bem e junte a água quente. Mexa bem e deixe começar a ferver. Abaixe o fogo (deixe no mínimo), tampe a panela e deixe cozinhar.
  • Quando a água tiver quase toda seca, abra a panela coloque as ervilhas, misture, tampe novamente e deixe terminar de cozinhar.
  • Quando arroz estiver totalmente seco, deixe a panela tampada descansando um pouco.
  • Depois coloque o arroz em uma forma de buraco no meio, pressionando um pouco para compactar o arroz (levemente hein). Depois é só virar a forma em um prato grande, dar umas batidinhas no fundo e pronto, é só enfeitar. Eu usei tomates cerejas e salsa para a decoração.

Dicas:

  • Usei o arroz parboilizado, que é mais difícil de empapar do que o arroz branco comum, mas pode fazer com o arroz agulinha normal.
  • Esse arroz não precisa lavar, se você comprar um arroz que precisa lavar, lave ele muito bem, escorra e deixe secar um pouco, assim você terá um resultado melhor.
  • Eu enformei o arroz, mas também pode servir normalmente em um prato ou travessa.

Quer outras receitas de arroz? Clique aqui para ver outras receitas aqui no blog.

Por que usar Copos e Colheres Medida?

Receita de Ravioli de Carne

De vez em quando resolvo fazer massa fresca aqui em casa, aqui gostamos muito e todo mundo entra na dança e ajuda.

Eu faço ravioli com vários tipos de recheio, há uns dias atrás fiz esse com recheio de carne, mas vejar nas dicas lá embaixo que você pode variar o recheio.

Se você tiver um cilindro, mesmo que manual, ele vai ajudar muito, mas dá para fazer com o rolo também, é um pouquinho mais difícil deixar a massa bem fina com um rolo, mas com um pouquinho de paciência dá para fazer.

Veja como eu faço:

Continue lendo Receita de Ravioli de Carne

Macarrão com frango

Mais uma receitinha bem simples. É simples, mas aqui em casa gostamos muito e quando tem um franguinho dando sopa por aqui faço ele e as vezes quando o tempo tá muito curto faço ele como prato único.

Um macarrãozinho muitas vezes é uma boa opção para uma refeição rapidinha. Se você gosta de soluções assim simples e rápidas, com macarrão, dá uma olhada no Macarrão com Sardinha que publiquei umas semanas atrás.

Eu fiz esse usando esse macarrão italiano que tem um formato bem diferente, parece uma mola e o bom é que esse modelo segura muito o molho. Na embalagem diz que esse formato é uma mistura do fusilli (parafuso) com bucati (canudinho).

Veja a receita:

Continue lendo Macarrão com frango

Lasanha de Frango com Massa de Pastel

Vai chegando o fim de semana e eu já vou procurando alguma coisa em prática para fazer.

Eu sei que tem muita gente que espera o fim de semana para ir para a cozinha inventar alguma coisa e relaxar. Eu nesse momento de vida que estou vivendo, estou tão sobrecarregada de trabalho, com tanta coisa para fazer e ainda cozinhando todo dia, que quando chega o fim de semana eu quero mais é sombra e água fresca.

Tem fim de semana que gosto de ficar na cozinha testando receitas ou mesmo inventando coisas, mas ultimamente tenho ficado tão exausta que tiro o fim de semana para jiboiar, se isso é possível com três filhos.

Semana passada fiz essa Lasanha de Frango com Massa de Pastel que é muito prática. Aliás, desde que fiz o Rondelli com Massa de Pastel que eu queria fazer essa lasanha.

Ela é ótima, uma delícia e você pode deixar ela preparada na geladeira e só colocar no forno no dia seguinte.

Veja que prática:

Continue lendo Lasanha de Frango com Massa de Pastel

Macarrão com Sardinha

Essa é uma daquelas receitas salvadoras, quando você só tem uns 10 minutinhos para fazer uma comida gostosa para a família, ou se preferir fazer só para você (é só diminuir a quantidade). É só o tempo de cozinhar o macarrão, enquanto ele cozinha você já faz o molho.

Quem nunca  comeu macarrão com sardinha, ou macarrão com salsicha que atire a primeira pedra. Claro que não é uma receita sofisticada, mas é uma receita que salva a gente, por ser rápida de fazer.

Macarrão com sardinha é comida simples, do dia a dia, mas muito saborosa, uma delícia, claro que para quem gosta de sardinha né?

A minha dica é escolher um molho de tomate bem saboroso, de uma marca que você gosta. Ele faz a diferença na receita.

Veja que receita fácil:

Continue lendo Macarrão com Sardinha

Nhoque de Macaxeira (aipim, mandioca)

Essa receita de Nhoque de macaxeira, ou de aipim, ou mandioca, como é chamado em algumas regiões do Brasil é uma opção ao clássico Nhoque de Batatas tão conhecido por todos. Aqui em casa todos gostam muito de nhoque, seja ele feito de batata, macaxeira, abóbora, ricota, espinafre ou outro. Aliás, dá para fazer nhoque de uma porção de coisas.

Eu fiz esse nhoque da maneira clássica, fazendo rolinhos e cortando em pedacinhos, mas essa receita fica um escândalo se você fizer recheado. Basta você pegar porções de massa, abrir na mão, colocar o recheio e fechar, fazendo uma bolinha (como se fosse um docinho). Depois você cozinha como qualquer nhoque, em bastante água quente. Para o recheio você pode usar o que preferir, o que eu gosto muito é de rechear com pedaços de queijo, dai quando você morde para comer fica aquele puxa-puxa (salivei).

Bem, da próxima vez vou fazer recheado para fazer vocês babarem no teclado com o queijo derretendo, mas por hora deixa eu mostrar como fiz esse, veja:

Nhoque de Macaxeira (aipim, mandioca)

Rendimento: 6 porções

Ingredientes

    • 1/2 kg de macaxeira (aipim, mandioca)
    • 1 colher (de sopa) de manteiga
    • 1 ovo
    • 1 colher (de sopa) de queijo parmesão ralado
    • 1 pitada de sal
    • 1 xícara (de chá) de farinha de trigo (essa quantidade pode variar se a macaxeira for muito seca ou não)
Para servir

Modo de Preparo

    1. Cozinhe a macaxeira, veja aqui como fazer isso: Como cozinhar macaxeira (aipim, mandioca).
    2. Depois escorra a água e com ela ainda morna, retire a fibra que fica no meio dos pedaços e amasse com um garfo, ou outro espremedor. Depois de amassada espere esfriar.
    3. Coloque em uma tigela a macaxeira amassada, a manteiga, o ovo, o queijo ralado, o sal e vá misturando e acrescentando a farinha de trigo. Se precisar acrescente um pouquinho mais de farinha de trigo, mas a massa tem que ficar de uma forma que dê para fazer rolinhos.
    4. Polvilhe farinha de trigo sobre uma mesa e pegue pedaços da massa e faça rolinhos (é só lembrar daquelas cobrinhas que a gente faz com massa de modelar, é a mesma coisa). Com uma faca corte pedacinhos (como na foto). Eu gosto de cortar pequenos,acho que fica melhor. Vá colocando os nhoques cortados em uma assadeira/bandeja polvilhadas com farinha de trigo. Depois de todos cortados, coloque uma panela no fogo com bastante água para ferver.
    5. Quando a água estiver fervendo, coloque sal. Depois é só ir colocando os nhoques na água fervendo e a medida que eles forem subindo, vindo para a superfície da água, vá retirando com a ajuda de uma escumadeira e colocando em um recipiente (pode ser no que você vai servir).
Dá para você servir de duas formas:
  1. Pode só esquentar o molho de tomate, misturar os nhoques cozidos, depois colocar no prato, polvilhar queijo ralado, enfeitar com folhas de manjericão e servir (como eu fiz).
  2. Ou misturar os nhoques com o molho, colocar em um refratário, polvilhar queijo (pode ser muçarela) e levar ao forno para gratinar (assim fica mais unidos venceremos, mas é muito gostoso também).

Dicas

  • Amassar ou espremer a macaxeira ainda morna facilita muito. Se você deixar ela esfriar para depois fazer isso, vai ver que ela fica mais dura/firme, dificultando o trabalho.
  • Dependendo se a macaxeira é mais úmida, ou mais seca a quantidade de farinha vai variar um pouco. Minha dica é ir colocando aos poucos, até a massa ficar num ponto que dá para enrolar. Cuidado para não colocar demais.
  • Tenha um pouco mais de farinha para poder espalhar na mesa na hora de abrir os rolinhos e também para quando for cortando ir polvilhando sobre os nhoques para eles não grudarem.
  • Eu coloco só uma pitada de sal mesmo, porque o queijo é bem salgado, mas se achar pouco, acrescente mais.
  • Viram que tem um pote descartável com molho de tomates na foto dos ingredientes? Então, quando quero aproveitar o preço do tomate eu faço bastante molho, seguindo a receita que falei lá em cima, coloco em potinhos, colo uma etiqueta com a validade e guardo no freezer, daí quando eu preciso tenho sempre um molho caseiro bem gostoso prontinho.

Lasanha à bolonhesa super prática

Logo aqui no comecinho quero esclarecer que essa Lasanha à Bolonhesa não é aquela receita clássica, essa é uma versão super prática, fácil e rápida que faço para me salvar na hora que preciso preparar uma refeição para a família toda bem rapidinho. Como é uma delícia, agrada a todo mundo.

Claro que uma lasanha feita com molho de tomate caseiro, com a carne selada e bem fritinha antes de se fazer o molho é uma delícia, mas essa super prática tem seu valor e também é muito gostosa. Minha sugestão é você escolher boas marcas. Use aquele molho de tomate que você gosta, um bom creme de leite e por aí vai.

Uma coisa que faço e que me facilita muito a vida é sempre ter uma lasanha dessas no freezer, ela já me salvou muito. Muitas vezes você não tem como fazer uma refeição em um dia, ou chega uma visita inesperada, daí é só descongelar e levar ao forno para gratinar.

Veja que fácil e prática essa receita:

Continue lendo Lasanha à bolonhesa super prática