Arquivo da categoria: Comida Nordestina

Lasanha de Panqueca de Puba Com Carne Seca

Lembra da Panqueca de Puba que fiz há uns dias atrás? Fiz de novo, só que desta vez resolvi fazer uma lasanha usando as panquecas no lugar da massa de lasanha tradicional. Não podia ter ficado mais gostosa. Esta Panqueca de Puba foi um achado. Ela é levíssima e deliciosa e combinada com a carne seca e com a muçarela, vixe meu Deus, pura perdição.

Veja como eu fiz:

Continue lendo Lasanha de Panqueca de Puba Com Carne Seca

Blinis ou Panqueca de Puba

Quando eu fiz Puba, a Bruna, que tem o blog Gourmandisme deixou um comentário dizendo que a Puba estava na moda e que ela ouviu falar da Puba em alguns cursos que fez com o Alex Atala e com o Rodrigo Oliveira. Daí eu perguntei mais a respeito porque nunca imaginei que tinham outras receitas de Puba, que não fosse o bolo ou o mingau (agora até já descobri outras). Bem, então a Bruna me mandou este email:

Continue lendo Blinis ou Panqueca de Puba

Como se faz leite de coco em casa

Esta dica é muito boa, mas não é sempre que dá para eu fazer aqui em casa. Muitas vezes escolho uma boa marca do leite de coco em garrafinha e uso. Mas quando tenho um tempo a mais e compro coco seco, daí prefiro fazer, pois o sabor é outro e as receitas ficam incríveis. Uma moqueca com este leite de coco feito em casa fica um escândalo.

Eu faço assim:

Como Fazer Leite de Coco Caseiro

Ingredientes:

  • 1 coco seco
  • 1 litro de água mineral morna (filtrada)

Modo de Preparo:

Fure o coco e retire a água.  Quebre o coco e coloque no forno quente por alguns minutos. Isto ajuda a polpa a se desprender com mais facilidade. Com a ajuda de uma faca retire a polpa da casca dura. Você já pode usar assim, mas eu prefiro o leite mais branquinho, então descasco o coco e corto em pedaços pequenos. Coloco no liquidificador junto com a água morna. Bato por uns 3 minutos. Depois eu passo por um coador ou peneira bem fina. Desta vez passei naquela peneirinha de chá (ela é super fina). Mas tem quem passe em um pano de algodão e depois esprema. Está pronto para uso.

Dicas:

  • Guarde o bagaço do coco ralado no freezer para utilizá-lo em outras receitas.
  • O leite de coco caseiro se conserva bem por apenas 48h na geladeira.
  • Se quiser fazer um leite mais grosso, diminua a quantidade de água.

Como fazer Puba em casa

Lembra que eu falei AQUI que ia fazer a Puba em casa para tirar fotos e montar um passo a passo? Pois bem, a minha Puba ficou pronta, então vou explicar direitinho como fiz.

São muitas fotos, mas achei melhor colocar todas, pois assim você vê todo o processo. Ficou bem longo, então senta que lá vem história.

Passos

  1. Foto 1 – Descasque a macaxeira (aipim, mandioca), lave e coloque em um recipiente com água, até que ela fique toda coberta. Deixe em cima da pia. O processo vai durar cerca de 10 dias.
  2. Nas fotos 1, 2, 3 você vê o processo de fermentação do aipim com 5 dias, com 7 dias e com 8 dias respectivamente. No oitavo dia, escorra a água e com as mãos, desmanche todo o aipim que vai estar bem mole.
  3. Coloque um recipiente com o escorredor de macarrão, como na foto 5 e despeje o aipim desmanchado. Deixe o recipiente e o escorredor em baixo da torneira e vá lavando a massa até só sobrar as fibras no escorredor, como na foto 6.
  4. Toda a água que passou pelo escorredor vai estar no recipiente de baixo, foto 7.  Deixe este recipiente parado (eu deixei de um dia para o outro) e toda a massa vai se assentar no fundo.
  5. No dia seguinte coloque outro recipiente, com o escorredor dentro, só que desta vez você vai colocar um pano bem limpo dentro do escorredor, como na foto 8.
  6. Retire o excesso de água que está por cima da massa e depois despeje a massa sobre o pano, foto 9. Deixe escorrer bem.
  7. Faça uma “trouxa” com o pano (foto 10) e pendure (foto 11). Eu pendurei na área de serviço em cima do tanque, pois ela vai ficar pingando.
  8. Deixe escorrendo por um dia ou uma noite. Depois é só tirar e colocar em um recipiente e conservar na geladeira. Se tiver bem sequinha, vai durar cerca de 1 mês na geladeira.

Observação:

  • Este é um processo bem trabalhoso, mas para quem morre de vontade de comer um Bolo de Puba, mas onde mora não tem como comprar a Puba pronta, então vale a pena fazer para matar a vontade.
  • Se você deixar o recipiente com o aipim de molho na cozinha, sua cozinha vai ficar com cheiro de coisa “apodrecida”. O melhor é cobrir com um paninho e deixar na área de serviço, que aqui em casa é mais ventilada.
  • A receita do Bolo de Puba está aqui.

Farofa doce de gergelim (Fufu)

Você já viu falar em Fufu?

Então, quando eu era criança pequena lá em Barbacena (rs, lá na Bahia) eu comia Fufu. Minha avó fazia lá em casa, mas eu também comprava na cantina da escola.

Este Fufu é diferente do Fufu que fazem na África que é uma massa de mandioca. Não encontrei nenhuma referência na Internet deste meu Fufu, só do Fufu africano (se alguém achar, me passa o link please).

O Fufu que eu comia é uma farofa doce feita com gergelim torrado, rapadura e farinha de mandioca. É deliciosa e diferente de tudo que você já comeu em termos de farofa doce. Ele tradicionalmente é feito no pilão, minha avó fazia assim. Eu, como sou muderna, fiz no liquidificador (afinal eu não tenho um pilão gigante igual aquele de minha avó).

Pessoal da Bahia não me deixem mentir sozinha (kkk), vocês conhecem Fufu? Dizem que se não está no Google, não existe. Então tô ferrada, vou ser chamada de mentirosa. Alguém me salva.

Veja como eu fiz:

Continue lendo Farofa doce de gergelim (Fufu)

Moqueca de Sururu

Sururu (foto 1) é um molusco muito comum aqui no nordeste, já tomaram o famoso Caldo de Sururu? Hum, é delicioso, principalmente com amendoim torrado. Em Maceió tem um delicioso, só não me lembro o nome do lugar onde tomei, rs (Cozinha Perfumada, já tomou algum aí?). Tem também, a Moqueca de Sururu do Espírito Santo.

Mas, desta vez resolvi fazer uma Moqueca de Sururu nos moldes baiano, com dendê e coco.

 

Moqueca de Sururu

Ingredientes

1 kg de sururu

2 cebolas médias picadas

1 maço de coentro picado

1/2 pimentão verde picado

2 tomates picados

4 colheres (de sopa) de azeite de dendê

3 limões

1 copo de 250 ml de leite de coco (ou um vidro pequeno)

Sal a gosto

 

Modo de Preparo

Lave o sururu muito bem, retirando todos os pedaços de casca que eventualmente tenha. Coloque o sururu em um recipiente cubra com água filtrada e o suco de limão.

Coloque o azeite de dendê em uma panela e frite a cebola, depois acrescente o pimentão e o tomate. Escorra o sururu e junte ao refogado com metade do coentro.

Tampe a panela e deixe cozinhar por uns 10 minutos. Junte o leite de coco e mexa devagar. Deixe cozinhar um pouco mais, acrescente o restante do coentro e sirva quente acompanhado de arroz branco.

 

Clique na foto para ver maior

Obs.

  • Usei panela de barro, mas dá para fazer em outro tipo de panela.
  • Não use água, pois o sururu solta água, que junto com o leite de coco é suficiente para cozinhar.

Dica:

Esta tal de Puba

O que  é esta tal de Puba?

Depois que publiquei a receita do Bolo de Puba, tenho recebido muitas perguntas sobre o que é esta tal de Puba e também muitos pedidos para eu ensinar a fazer Puba em casa.

Puba é uma massa extraída da mandioca, parece a massa de fazer tapioca (goma), mas não é. É um outro produto. Ela é obtida através da fermentação natural de raízes de mandioca. Além da fermentação lática predominante, os microrganismos também causam o amolecimento das raízes, importante para a obtenção de um produto de boa qualidade. É como se fosse a mandioca apodrecida. O sabor dela pura, crua é meio azedo. Porém o bolo e outras receitas são surpreendentementes gostosas e doces.

Neste fim de semana vou comprar mandioca para fazer a Puba aqui em casa e fazer o passo a passo para publicar aqui. Só tenha um pouquinho de paciência, pois demora, já que só o processo de fermentação leva de 5 a 7 dias.

Mas quem viver verá.

Bolo de Puba

Puba (foto 1 da galeria) é uma massa extraída da mandioca fermentada e largamente utilizada na produção de bolos na culinária do Norte e Nordeste do Brasil. (Fonte: Wikipédia)

Eu sei que não é muito fácil encontrar a Massa Puba (como é chamada aqui) em outras regiões do país. Só alguns nordestinos mais destemidos fazem a puba em casa para saborear este bolo longe da terra natal, eu mesma já fiz quando morei no interior de São Paulo. Qualquer dia ensino aqui como fazer a Massa Puba em casa.

Quem já veio passar férias aqui no Nordeste já deve ter visto este bolo, pois ele é muito servido nos cafés da manhã daqui.

Ele tem um sabor muito característico e é muito fácil de fazer.

Vamos a ele:

Bolo de Puba

Ingredientes

1 pacote de massa puba (mais ou menos 1kg)

200g de manteiga

2 xícaras (de chá) de açúcar

4 ovos

300ml de leite

200 ml de leite de coco (1 garrafinha pequena)

6 colheres (de sopa) de coco ralado (fresco ou em pacote)

Modo de Preparo

Bata o açúcar com a manteiga até ficar um creme (eu bati na mão mesmo, não usei batedeira, mas pode usar). Acrescente os ovos 1 a 1 e continue batendo. Junte 4 colheres (de sopa) de coco ralado e os dois leites. Por fim, misture a massa puba e mexa bem. Unte uma forma (grande), eu usei uma retangular, com manteiga e polvilhe com farinha de trigo. Despeje a massa e polvilhe por cima o restante do coco ralado e um punhado de açúcar. Leve ao forno médio por cerca de 40 minutos ou até que quando você enfie um palito ele saia limpo. Deixe esfriar para desenformar.

Dicas:

  • Este bolo não usa fermento.
  • Este pacote de massa puba da foto 1, é o pacote que normalmente é vendido nas feiras livres do Nordeste e até em alguns supermercados. Eles não medem por kg e sim por litro. Estranho não é? Eles pegam uma lata de óleo de soja vazia, enchem de massa puba e vendem no saco, então vendem 1 litro de massa puba que corresponde a mais ou menos 1kg.
  • Dá um bolo grande, cerca de 40 pedaços.

Se quiser fazer sua própria puba, veja:

Como fazer puba em casa

Bolo de Macaxeira com Coco e Goiabada

Bolo de macaxeira, Bolo de Aipim ou Bolo de Mandioca, dependendo do estado brasileiro em que você more, ele vai mudar de nome, mas basicamente é a mesma coisa.

É um bolo delicioso e eu sempre estou inventando para mudar um pouquinho a receita. Já fiz este bolo com coco e já fiz este bolo com goiabada, mas desta vez resolvi usar os dois juntos. Ficou bom, mas como a massa é mais pesada se eu fosse fazer este bolo novamente eu colocaria a goiabada no meio e despejava o resto da massa, pois do jeito que fiz a goiabada não afundou e ficou por cima. Fica gostoso do mesmo jeito, mas esteticamente não gostei. E nós também comemos com os olhos, né?

Mas, fora esta aparência de pizza calabresa (hahahahaha) a receita é muito boa e como o coco é ralado grosso, fica tipo uma “cocada” de macaxeira.

Eu fiz assim:

Bolo de Macaxeira com Coco e Goiabada

Ingredientes

1 e 1/2 xícara (de chá) de açúcar

3 colheres (de sopa) de manteiga

4 ovos

100 ml de leite integral

100g de coco ralado

2 xícaras (de chá) de macaxeira ralada

1/2 colher (de chá) de sal

1 xícara (de chá) de goiabada picada

1 colher (de sopa) de fermento para bolo

Modo de Preparo

Bata o açúcar com a manteiga até ficar um creme, acrescente as gemas e bata um pouco mais. Acrescente a macaxeira, o coco e o leite. Misture. Bata as claras em neve e misture delicadamente na massa. Por fim coloque o fermento. Despeje em uma forma untada com manteiga e polvilhada com farinha de trigo. Polvilhe farinha de trigo nos pedaços da goiabada e coloque-os na massa pode ser no meio ou por cima. Leve ao forno para assar, forno médio. Quando você enfiar um palito de dente e ele sair limpo, o bolo vai estar no ponto.

Dica:

  • Use coco fruta fica bem mais gostoso do que o de pacote.

 

Dobradinha à minha moda

No inverno me dá vontade de comer “comida pesada”. Tipo Feijoada, Vaca Atolada, Dobradinha, etc… Acontece isto com você também? Será que é o frio? Será que queremos ser aconchegadas pela comida? Será que isto é o verdadeiro comfort food? (Leia sobre comfort food neste artigo do Bolsa de Mulher do qual somos parceiros).

Sei lá! O fato é que nesta época quero comer este tipo de comida. De preferência bem quente. Nos dois sentidos: Quente do fogo e quente da pimenta.

Veja a dobradinha que fiz:

Dobradinha à Minha Moda

Ingredientes

  • 1 kg de bucho bovino
  • 250 g de linguiça calabresa em rodelas
  • 200g de bacon picado
  • 2 limões
  • 500 g de feijão branco
  • 1 cebola picada
  • 5 dentes de alho
  • 1/2 pimentão verde picado
  • 1/2 maço de coentro picado
  • 1 colher (de sopa) de colorífico
  • 1 colher (de sopa) de óleo
  • Sal a gosto

Modo de Preparo

Deixe o feijão branco de molho na véspera (ou por pelo menos 5 h) em água.

Enquanto isto, retire toda a gordura aparente do bucho. Lave ele diversas vezes. Em um recipiente com água esprema e esfregue os limões sobre o bucho e deixe ele de molho nesta água por uns 10 minutos. A seguir escalde o bucho por 3 vezes, sempre com água limpa. Pique bem pequeno.

Cozinhe o feijão branco e o bucho picadinho na panela de pressão por uns 15 minutos, não deixe o feijão amolecer muito.

Em uma outra panela coloque o óleo e o bacon para fritar. Junte o alho e a cebola e frite mais um pouco. Acrescente o pimentão e a linguiça e refogue um pouco.
Coloque em uma panela (eu coloquei em uma de barro) o feijão com o bucho e o refogado com a linguiça. Junte o colorífico, o sal e o coentro e deixe no fogo baixo. Sempre que precisar de mais água acrescente água quente. Deixe cozinhar muito bem até tudo ficar bem macio.

Obs. Usei a linguiça calabresa fina, mas pode ser a grossa normal

Dica: