AQUI NA COZINHA EM BELÉM DO PARÁ – Fazenda da SOCOCO

Viagem a Belém do Pará a convite da Sococo

Direto ao ponto

 Lembra quando falei do Concurso Jovem Chef 2012 (se quiser participar corre que é até o dia 20 deste mês) que o blog tinha sido convidado para ir a Belém do Pará conhecer a fazenda e a fábrica da Sococo que é a patrocinadora do concurso organizado pelo Armazém das Especiarias? Como eu disse, minha filha foi me representando e aqui está o primeiro relato dela:

Olá pessoal, o meu nome é Karis Martins, sou filha da Patty e vou retratar a viagem para Belém do Pará que eu fiz a convite da SOCOCO, juntamente com a Dani, do Cozinha Travessa e o Alceu, seu marido e a Andreia, do Aromas e Sabores, foi pura diversão! 

Na quinta-feira logo pela manhã nós pegamos um avião em Belém (foto 1) e pousamos no meio da fazenda em Mojú, cerca de 200km da capital. A fazenda é imensa, é a maior plantação de coco do Brasil, só dava para se ver coco por todo o trajeto (foto 2). Fomos muito bem recebidos pela equipe da SOCOCO que nos levaram para tomar um café da manhã paraense (foto 4). Suco de tamarindo, cupuaçu, cuscuz, tapioca, e claro muita água de coco. Os “chefes” da fazenda moram lá mesmo, parece um condomínio (foto 3) pura paz…

Um coqueiro normal dá de 30 a 40 cocos no ano, mas os coqueiros de Mojú conseguem dar uma media de 105 cocos per ano, por isso este foi o local escolhido para as plantações da SOCOCO. A colheita é o seguinte, tem essas varetas com esta lança (foto1) na ponta que o funcionário joga no coqueiro (foto 2), “pesca” o coco e corta para que eles caiam ao chão.

Ao recolher os cocos, os funcionários contam com a ajuda de um burro, cada qual com seu nome, muito fofos e obedientes. Os burros são muito mais eficientes que o homem ou cavalo.

 

Para serem levados à fábrica, os sacos que foram preenchidos com a ajuda dos burrinhos são erguidos por máquinas em cima do caminhão e embaixo há uma cordinha que é desamarrada e libera todo o coco recolhido no dia. No final do expediente os burrinhos (as estrelas da fazenda) tomam um banho todo especial! Haha

Da próxima vez venho aqui contar sobre a fábrica! Então.. até a próxima”

10 respostas

  1. Que demais, Patty!! Meu esposo AMA água de coco!! Fiquei imaginando ele lá na fazenda, rodeado por esse monte de coqueiros lindos…! Outra paixão dele são os burros e jumentos no trabalho em fazendas…

    Gostei muito do relato da Karis e estou esperando a continuação dessa aventura!

    BEijso

  2. AMEI esse post! Fiquei morrendo de vontade de ir lá pessoalmente conhecer. Adoro coco!!!
    Estou curiosa pra conhecer a fábrica, não demore pra postar! 😉
    bjo

  3. vamos modernizar a colheita dos cocos com carrinhos que suportem o peso e o trabalho absurdo sob um sol escaldante. Que feio sococo ! vamos parar de EXPLORAR os animais!

  4. “No final do expediente os burrinhos (as estrelas da fazenda) “… eles não tem nem vergonha de mostrar que exploram os animais! Ou vocês acham que carregar não sei quantos quilos de coco não machuca os animais? ABSURDO!

  5. Esses animais sao bem tratados. nao tem como se machucar porque eles usam forro embaixo da caixas. nao comentem oque voces nao sabem
    Seus.
    Trouxas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.