Arquivo da tag: escondidinho

Torta Folhada de Maçã

Essa receita de Torta Folhada de Maçã é daquelas com grau de dificuldade zero. Até quem não sabe cozinhar vai conseguir fazer. Isso porque vamos usar a massa folhada comprada pronta. Não, não é difícil encontrar para comprar. Procure na seção de congelados do supermercado que você acha e o preço é bem ok, nada exorbitante. O rolo de 1 kg dá para fazer essa torta e mais um tantão de coisas, é só colocar sua imaginação para funcionar.

Como vocês vão ver nas dicas abaixo, dá para fazer umas substituições nessa receita de torta, então se joga.

A receita está aqui:

Torta Folhada de Maçã

Ingredientes
6 maçãs descascadas e cortadas em pedaços pequenos
3 colheres (de sopa) de suco de limão
2 colheres (de sopa) de açúcar
1 colher (de sobremesa) de canela em pó
1 colher (de sopa) de amido de milho (maisena)
1 pedaço de massa folhada um pouco maior que o tamanho de sua forma
3 colheres (de sopa) de castanha de caju torrada e sem sal (picadinha) Passas à gosto
Açúcar de confeiteiro para polvilhar

Mode de Preparo
Corte as maçãs em pedaços pequenos e coloque em uma tigela. Junte, primeiramente, o suco de limão. Em seguida o açúcar, a canela em pó, o amido de milho e misture tudo. Reserve esta tigela.

Abra na mesa o rolo da massa folhada, vire a sua forma, de boca para baixo, sobre a massa, corte a massa um pouco maior que o tamanho da sua forma, conforme mostro no vídeo.  Vire a forma e ajeite a massa, sem deixar bolhas. Depois, retire o plástico da massa folhada. Não se esqueça de cortar as bordas da massa e fazer o acabamento.

Agora, despeje a mistura de maçã sobre a massa na forma. Espalhe sobre a massa uniformemente e leve ao forno médio (180 graus). Deixe no forno até a massa ficar dourada. Depois de assada, salpique por cima as castanhas picadas. Para finalizar, polvilhe açúcar de confeiteiro e, ainda, algumas passas por cima.

Dicas:

  • Essa torta fica uma delícia se servida com uma bola de sorvete de creme ou uma colherada de chantilly.
  • Pode substituir a castanha de caju por qualquer outra castanha e as passas por damascos picados.
  • Usei uma forma de 20 cm.
  • Escolha uma forma bonita, que dê para ir à mesa, pois essa torta não desenforma.

Polenta recheada e gratinada

Essa é daquelas receitas bem simples e deliciosa, de comer rezando. O bom da polenta recheada é que você pode variar o recheio o quanto quiser, fazer do seu gosto. Nesse caso fiz com um bom e suculento refogado de carne moída, mas já fiz com calabresa (o molho que falo abaixo) e ficou um espetáculo. E o que dizer do queijinho dourado e puxa puxa que se forma em cima, ai meu Jesus, é bom demais.

Se quiser variar o queijo também fique a vontade, mas os que mais gosto são a muçarela mesmo, o parmesão, o provolone, ou uma mistura deles.

Polenta recheada e gratinada

Classificação: 5
Tempo Total: 1 hora
Rendimento: 8 a 10 porções

Ingredientes
    • 2 xícaras (de chá) de flocão de milho (aquela de fazer cuscuz nordestino)
    • 2 xícaras (de chá) de água
    • 3 xícaras (de chá) de leite
    • 2 cubinhos de caldo de legumes
    • 1 colher (de sopa) de manteiga
Um refogado de sua preferência
300 g de queijo muçarela ralado

Modo de Preparo

    1. Coloque a água, o leite e o flocão na panela, misture bem e leve ao fogo.
    2. Quando esquentar coloque os caldos de legumes e mexa para dissolver.
    3. Deixe ferver e engrossar. Quando ficar bem cremosa, desligue o fogo e acrescente a manteiga misturando bem.
Montagem
  1. Em um refratário untado com manteiga coloque metade da polenta, o refogado de sua preferência, metade da muçarela ralada, a outra metade da polenta e cubra tudo com o restante do queijo ralado. Leve ao forno até dourar/gratinar.

Você pode rechear a polenta com o recheio de sua preferência, essa minha recheei com molho de carne moída e tomate, mas pode ser com:

Carne moída e milho

Frango desfiado

Calabresa

Escondidinho de Carne do Sol

Eu sou fã de escondidinho. Além de delicioso ele quase é uma refeição completa, basta uma saladinha para acompanhar e voilá, você tem uma refeição que nada deixa a desejar.

Sem contar que ele é extremamente versátil e você pode variar os ingredientes o quanto quiser. O purê você faz de aipim (macaxeira, mandioca), de batata, de mandioquinha, de legumes variados; a carne também você pode usar carne seca, frango, bacalhau, camarão, carne moída e tudo o que sua imaginação mandar. O legal é ter criatividade e ir testando as combinações. Aqui no blog já tem vários, basta você procurar aí no campo de busca na coluna direita do blog.

Bom, dessa vez fiz o Escondidinho de Carne do Sol, que é a cara do nordeste e ainda com queijo coalho gratinado por cima, que vai fazer você se sentir aqui no nordeste mesmooo. Mas, você pode me dizer: Patty aqui na minha cidade não tem carne do sol, que que eu faço? Calma que isso não vai ser problema se você esperar um tiquinho até chegar no fim do post que lá te dou um link para uma postagem do blog onde te ensino a fazer carne do sol em casa a partir da carne crua.

Por hora, vamos a nossa receita:

Escondidinho de Carne do Sol

Tempo de Preparo: 20 minutos
Tempo de Cozimento: 30 minutes
Tempo Total: 50 minutos
Rendimento: 10 porções

Ingredientes
  • 1 kg de carne do sol
  • 1 kg de aipim (macaxeira mandioca)
  • 1 cebola grande ralada ou fatiada (vai do seu gosto)
  • 400 ml de leite de coco (são 2 vidrinhos do pequeno)
  • 2 colheres (de sopa) de óleo
  • Sal a gosto
  • 200 g de queijo coalho

Modo de Preparo

  1. Deixe a carne de sol de molho da noite para o dia e troque a água dela algumas vezes para tirar o sal.
  2. Escorra a água e pique a carne.
  3. Coloque 1 colher de óleo em uma frigideira e frite a carne. Assim que começar a dourar retire (não deixe fritar muito para não ficar dura). Coloque em um refratário e reserve.
  4. Na mesma frigideira coloque a outra colher de óleo e frite a cebola.
  5. Depois misture a cebola com a carne e reserve.
  6. Cozinhe o aipim (se tiver dúvidas veja o link no fim do post).
  7. Retire os fiapos do aipim e bata no liquidificador com o leite de coco (bata aos poucos porque a massa é muito pesada).
  8. Se seu aipim for mais seco talvez o purê fique muito consistente, então pode colocar leite integral para chegar num ponto mais cremoso.
  9. Acrescente sal no purê.
  10. Coloque o purê sobre a carne e a cebola refogada.
  11. Cubra com o queijo de coalho ralado e leve ao forno médio.
  12. Eu deixo até dourar, fica mais ou menos 30 minutos.
  13. Sirva quente.

Dicas

  • Escolha uma carne do sol macia e sem muitos nervos.
  • Se você quiser fazer o leite de coco em casa,fica ainda mais gostoso. Aqui no blog eu ensino. Vai no campo de busca aí na coluna direita do blog e procura.
  • Minha carne do sol estava branquela na foto, poque eu já tinha deixado ela de molho para tirar o sal.

Veja aqui: Como cozinha aipim (mandioca, macaxeira).

Patty e aí como faço a carne do sol?

Então pessoal, expliquei tudinho aqui nesse post:

Como fazer carne do sol com carne crua

Torta Pizza de Liquidificador

Essa torta é daquelas super práticas. Eu acho uma delícia de lanche, as vezes faço no fim de semana aqui em casa. Como o fim de semana já está aí de novo (oh meus sais, o tempo está voando) que tal comprar os ingredientes e fazer em casa. É uma boa dica para substituir a pizza de sábado a noite. Quem vai gostar é seu bolso, com o preço de uma pizza, dá para fazer umas três tortas desta.

Veja como é fácil:

Continue lendo Torta Pizza de Liquidificador

Torta de Brócolis

Esta massa de torta é muito versátil. Hoje eu fiz de brócolis, mas dá para fazer com qualquer legume, inclusive uma seleta deles.

Para o jantar, por exemplo, basta uma fatia desta torta, uma salada bem colorida e uma proteína que pode ser um filé de frango, peixe ou qualquer outra carne. Pode perguntar para sua nutricionista como esta é uma excelente refeição.

Continue lendo Torta de Brócolis

Torta Suflê de Frango (feita no liquidificador)

Esta torta é figurinha fácil aqui em casa. Quando sobra alguma carne, frango ou peixe do almoço sempre aproveito e faço esta torta para o jantar.

Agora, o sabor que as crianças mais gostam é: Sabor pizza. É só rechear com 150g de presunto, 150g de muçarela, tomate picado e orégano.

Mas hoje fiz de frango que foi a sobra do frango do almoço.

Torta Suflê de Frango

Ingredientes

Massa

2 xícaras (de chá) de leite

1/2 xícara (de chá) de óleo

3 ovos

1 colher (de chá) de sal

1 xícara (de chá) de farinha de trigo

1 colher (de sopa) de fermento para bolo

2 colheres (de sopa) de queijo parmesão ralado

Recheio

Frango cozido ou assado desossado e picado (usei mais ou menos 2 xícaras)

Modo de Preparo

Coloque os ingredientes da massa no liquidificador, exceto o fermento. Bata até ficar uma massa homogênea. Misture o fermento cuidadosamente (use a tecla pulsar do liquidificador).. Unte uma forma com óleo e polvilhe com farinha de trigo. Despeje um pouco da massa para cobrir o fundo da forma, coloque o recheio espalhado por cima da massa e cubra com o resto da massa. Leve ao forno médio por 30 a 40 minutos.

Observação:

  • A massa é bem líquida mesmo, não se assuste. Pode ter certeza que ela vai dar certo. Aliás é por isto que ela chama torta suflê, bem fofinha.
  • Dá 6 porções.

Para servir em festa de aniversário ou coquetel

Corte em pedaços menores e coloque em forminhas de empada, enfeite cada uma com uma folhinha de salsa ou um pedacinho de pimentão vermelho.

Comidinhas gostosas para fazer para quem você ama

Este ano estou inspirada para o Dia dos Namorados, já nem sei quantos posts já fiz. Hoje por exemplo, tive vontade de separar umas comidinhas que já fiz por aqui e que caem super bem para um jantarzinho romântico. Muita gente me pede sugestão do que servir neste dia. Então fiz esta seleção, corre que ainda dá tempo de comprar os ingredientes e preparar uma surpresinha para amanhã.

Que tal:

Clique aqui nos nomes para ver a receita:

1 – Panqueca de Espinafre

2 – Opção de salada: Salada Diferente de Pepino, Tomates e Alface

3 – Frango Cremoso Com Queijo

4 – Escondidinho de Bacalhau

5 – Frango com Molho Cremoso de Maracujá

6 – Rolinhos de Frango com Queijo e Calabresa

Escondidinho de bacalhau, este é de comer de joelhos.

Fiz este escondidinho para receber uns amigos aqui em casa e foi um sucesso. Aliás todo escondidinho é bom, né gente?

Não vou ficar aqui conversando, pois a receita é longa e tem muuuuiiiitas fotos. Mas vou escrever por partes que fica bem fácil.

Faz que você não vai se arrepender. Esta travessa deu para 10 pessoas. Foi servido com arroz branco e salada de rúcula com manga.

Escondidinho de Bacalhau

Ingredientes

Para o bacalhau

500g de bacalhau

1 cebola ralada

2 dentes de alho amassados

2 colheres (de sopa) de coentro picado

10 azeitonas verde sem o caroço

1/4 de xícara (de chá) de azeite de oliva extravírgem

Para o purê

500 g de macaxeira (é o mesmo que aipim ou mandioca)

1 colher (de sopa) bem cheia de manteiga

1 vidro de leite de coco (200 ml)

1 copo (de 150 ml) de leite

Sal a gosto

200g de muçarela

Modo de Preparo

Do bacalhau

No dia anterior coloque o bacalhau em um recipiente com água e leve a geladeira. Troque esta água pelo menos umas 4 vezes. No dia seguinte coloque o bacalhau em uma panela com água limpa e deixe levantar fervura. Escorra a água, deixe esfriar e desfie o bacalhau, retirando pele e espinhas. Agora coloque o azeite em uma panela, refogue a cebola, acrescente o alho, frite mais um pouco. Acrescente o bacalhau desfiado e o coentro. Deixe refogar um pouco e desligue. Junte as azeitonas e misture. Despeje na travessa onde vai ser montado o escondidinho.

Do purê

Cozinhe a macaxeira na água com sal. Depois amasse bem com um garfo. Misture o leite de coco, o leite e a manteiga. Leve ao fogo, mexendo sempre. Veja se o sal está bom. Depois que levantar fervura pode desligar. Espalhe sobre o bacalhau que está na travessa. Cubra com o queijo muçarela e leve ao forno alto para gratinar.

Clique nas fotos para ver em tamanho maior

Dica:

  • Se quiser o purê mais mole ou mais duro, aumente ou diminua a quantidade de leite.

Observação: Obrigada pelas pessoas que estão chamando a minha atenção, dizendo que escrevi errado a palavra “Muçarela”. Não escrevi não. O certo é “Muçarela”, é horroroso, mas é o certo.  http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php?lingua=portugues-portugues&palavra=mu%E7arela

Veja também:

Escondidinho de Charque com Macaxeira

Escondidinho de Charque com Macaxeira #receita

Escondidinho de Charque com Macaxeira é um clássico, né gente? Aqui em casa é sucesso absoluto. E eu, como gosto muito de coisas práticas (como vocês já sabem), amo a ideia de deixar um refratário desses prontos e no dia seguinte só colocar para gratinar.

Se você for dar um jantar ou um almoço, deixe um desses prontos na geladeira e no dia seguinte você já tem a refeição praticamente pronta. Você só vai precisar de um arroz branco e uma salada (prefiro de folhas) e você terá uma refeição completa com este escondidinho.

Você também pode congelar. Se você usar as técnicas certas de congelamento, ele se conserva perfeito por três meses no freezer.

Escondidinho de Charque Com Macaxeira

Ingredientes
1 kg de macaxeira cozida
500 g de charque desfiada
200 g de queijo muçarela fatiado
1 vidro de leite de coco (200 ml)
3 xícaras (de chá) de leite
1 colher de manteiga
1/2 cebola picadinha

Modo de Preparo

Descasque a macaxeira (mandioca), corte-a em pedaços para facilitar o seu cozimento, coloque em uma panela e cubra com água e sal. Deixe cozinhar por aproximadamente 2 horas para que fique bem solta e mole, se preferir use a panela de pressão, aí ela cozinha por uns 30 minutos. Depois escorra a água e quando estiver morna, bata aos poucos no liquidificador com o leite e o leite de coco. Dá para amassar com um garfo e ir incorporando o leite. Reserve.

Para dessalgar a charque (carne seca), o bom é deixar ela de molho em água de um dia para o outro, trocando a água umas 3 vezes.

No dia seguinte, coloque a carne na pressão cubra com água e deixe cozinhar por mais ou menos 30 minutos, se estiver macia, escorra a água, deixe esfriar e desfie. Frite a cebola na manteiga, crescente a carne desfiada e dê uma refogada.Em um refratário coloque uma parte do purê e depois a charque deixando a massa toda coberta por ela, depois cubra com o resto da massa e em seguida coloque as fatias de queijo muçarela sobre todo o escondidinho. Leve ao forno para gratinar.

 

Dá para ser feito em uma porção única ou em porções individuais, em ramequins. Eu acho um charme quando ele é feito em porções individuais.

Dica: Dá para fazer escondidinho de camarão, carne de sol, bacalhau, ou só queijo, para quem não come carne.

Torta Suflê de Legumes – Inhame e Cenoura

Sempre faço esta receita aqui em casa, todos gostam muito. Sirvo como acompanhamento de carnes assadas ou cozidas com molho. É uma delícia e muito versátil.

Torta Sufê de Legumes – Inhame com Cenoura

Ingredientes
4 xícaras (de chá) de legumes cozidos
3 ovos
1 xícara (de chá) de leite
1 colher (de sopa) de manteiga
1 colher (de sopa) de queijo parmesão ralado
1 pitada de sal
2 colheres (de sopa) de farinha de trigo
1 colher (de sobremesa) de fermento de bolo
Queijo parmesão ralado para polvilhar

Modo de Preparo
Coloque no liquidificador os legumes, os ovos, o leite, a manteiga, o sal e o queijo ralado. Bata bem. Acrescente a farinha de trigo e misture com um fouet ou garfo. Depois misture delicadamente o fermento. Coloque em uma forma untada e polvilhada com farinha de trigo, polvilhe queijo ralado por cima e leve ao forno médio, até dourar.

Dicas:
  • Você pode fazer com diversos legumes, como batata, chuchu, abóbora, aipim, etc…

     

  • Coloque em um refratário que vá direto à mesa, sem precisar desenformar.

     

  • Pode colocar queijo muçarela (é feio, mas é assim que se escreve) ralado por cima, também fica muito bom.

     

  • Pode colocar em ramequins e servir em porções individuais, fica chique no úrtimo. Veja as fotos abaixo:
Imagens do Google