Pesto de Manjericão e Amêndoa

Receita de pesto de manjericão com amêndoa. Um molho muito gostoso e fácil de fazer e que fica ótimo para servir com macarrão.

Direto ao ponto

Pesto é um típico molho italiano. Ele faz parte, originalmente, da tradicional culinária Genovense. O tradicional é feito com manjericão e pignoli. Porém, muitas modificações tem sido feitas com o passar dos anos. Alguns ingredientes são substituídos e tem-se um pesto modificado. Aqui no Brasil, por exemplo, usa-se muito as nozes no lugar dos pignoli.

Comecei a notar também que tem surgido algumas receitas de pesto de tomate e de outras ervas, acho ótimo.

Não sou tão tradicional ao ponto de rechaçar todas estas novidade. Acho, sinceramente, que as receitas tradicionais, devem ser mantidas e passada para as gerações futuras, mas também acho que a criatividade em cima destas receitas é muito louvável. Não sou daquelas que se o Estrogonofe, por exemplo, não for feito da maneira tradicional onde o conhaque é flambado e nem de longe se usa Ketchup, fica injuriada e sai crucificando o cozinheiro. Que o Estrogofofe de Chocolate é uma injúria tamanha que merece a Santa Inquisição. Para mim, o que importa é se a comida é boa.

Esclarecendo este ponto, sigo em frente com o pesto.

Bom o meu pesto, que não é um pesto tradicional foge da principal característica desta receita. Originalmente o pesto é batido no pilão, mas como a maioria de nós hoje, não tem um pilão, fiz no liquidificador (Oh, estou pronta para ser apedrejada pelos gastrochatos). Dá super certo se você usar a tecla Pulsar do liquidificador.

Veja como eu fiz:

Pesto de Manjericão e Amêndoa

 

Ingredientes

2 xícaras (de chá) de folhas de manjericão

3 dentes de alho

1 xícara (de chá) de amêndoas sem casca (clique aqui e veja Como Tirar a Pele das Amêndoas)

1 xícara (chá) de azeite extra virgem

2 colheres (de sopa) de queijo parmesão ralado na hora

Sal a gosto

 

Modo de Preparo

Coloque o azeite no liquidificador, depois acrescente os outros ingredientes. Use a tecla Pulsar do liquidificador e bata aos poucos e devagar. De vez em quando dê umas chacoalhadas no liquidificador, para bater melhor. Se precisar, desligue o liquidificador e mexa com uma colher e pulse um pouco mais até triturar tudo. Após estar todo o molho triturado, despeje em um recipiente e deixe o pesto descansar um pouco até os sabores se fundirem.

Sirva com uma massa (pode ser curta tipo penne, farfalle ou pode ser longa tipo talharim, espaguete).

Se preferir pode deixar pronto na geladeira e usar quando precisar.

Obs:

  • Para falar a verdade eu gosto de passar o pesto em umas fatias de pão e levar ao forno. Ficam umas torradas deliciosas.

Dica:

  • No lugar da amêndoa, você pode usar nozes ou castanhas.

E você, costuma fazer pesto em casa?

Qual a receita de pesto que você costuma fazer? A tradicional ou também faz variações como eu? Deixa sua dica aí nos comentários. Obrigada.

Veja a minha sugestão:

Farfalle com Pesto de Manjericão e Amêndoa

8 respostas

  1. Olá muito boa a tua receita de “Pesto”, quero só acrescentar que em Italia ha uma variante enorme de Pestos, ou seja pode-se dizer que cada familia tem a sua receita secreta. Quanto ao Pesto com tomates não e assim tão novo ,pois o Pesto Rosso e uma receita bem tradicional e antiga. A ideia de usar um liqiuficador é boa, só que a que ter cuidado para não deixar aquecer o molho (aquece ligeiramente com a rotação) pois o pesto e um molho que se serve frio (temperatura hanbiente) Por isso utiliza-se um morteiro (pilão). Alias aqui na europa uma cozinha bem equipada tem que ter um morteiro, assim como um liquificador (mixer). Um bom truque para fazer um pesto no liquificador e por o copo do liquificador no frigorifico, assim ajuda a não aquecer muito os ingredientes na preparação. Ter atenção que quando um proscesso de uma receita e alterada não devemos chamala pelo nome mas sim “tipo” (molho “tipo” pesto manjericão e amêndoas

  2. Fiz hoje! Delícia! Acho q carreguei no queijo, mas mesmo assim ficou de babar. Como tu aprende a cozinhar tão bem? Beijos.

  3. Tendo que cozinhar todo dia para a família, kkk. Brincadeirinha. eu sempre gostei de cozinhar, de ler livros de culinária, de assistir programas, essas coisas. Daí eu vou lá e tento, acho que o importante é não ter medo de tentar. Algumas vezes acerto, outras não e assim vai, rs.
    Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.