Quem está por trás do Le Sucrier – Conheça um pouco Dani Etoile no Entrevista Coletiva dos Foods Blogs

Direto ao ponto



A Andréa, do Blog Aromas e Sabores,  teve a ideia de promover uma Entrevista Coletiva com alguns blogueiros da área de culinária. Nesta ação, entrevistamos e somos entrevistados. Como falei em um post anterior, eu fui entrevistada pelo Gérson, do Cooking Weekend e eu entrevistei uma querida, a Dani Etoile, do Le Sucrier. Para mim, foi uma delícia entrevistá-la já que sou frequentadora assídua do seu blog.
Vamos conhecê-la um pouquinho melhor?

Com vocês: Dani Etoile

Meu nome é: Daniella Franken 
Meu blog é: Le Sucrier
Comecei ele em: Agosto de 2009
Nasci em: São Paulo
Moro em: São Paulo

Tenho: 37 anos
Sou casadíssima e tenho 3 filhos
Meus filhos tem 5, 3 anos e o caçula de 7 meses
Sou formada em: Direito
Ainda vou trabalhar com: Gastronomia

Você é uma pessoa realizada profissionalmente?
No direito me realizei no que tive vontade, depois me desiludi e deixei isso de lado. Agora minha maior realização é ser mãe em tempo integral, aí sim sou realizada completamente. Ver a primeira engatinhada, o primeiro dente, os primeiros passinhos…Qual o seu maior sonho?
Já realizei. Casar com uma pessoa incrível, ter filhos saudáveis e mega fofos e ser feliz todos os dias. (Fora os tropeços, rs)

O que seu blog, o Le Sucrier, te trouxe de melhor?
O contato com as pessoas de lugares diferentes. Não imaginava que o Blog fosse me trazer tantos amigos virtuais, que hoje, já fazem parte da minha vida. A troca de informações, participar da vida de pessoas queridas…



Carême – O cozinheiro do rei é imperdível, tão rico em história e em detalhes gastronômicos… De babar, literalmente (rs). Outro que me apaixonei foi o da Cora Coralina, uma simplicidade gastronômica que é um luxo só! Fora que esse livro tem alma!!!

Qual filme, que envolve a culinária, que te inspira?
Como água para chocolate – SEMPRE. E recentemente vi Simplesmente Complicado, que agora figura entre um de meus favoritos, a cozinha da personagem principal é de desejar com todas as forças (rs)!!!

Qual um programão, em termos de culinária, que você faz em SP?

Todo ano tem o Degustar que eu não perco, adoro as comidas, o glamour e ainda por cima é beneficente. A São Paulo Restaurant Week  também adoro. Fora isso Hotel Hyatt sempre traz Chefs suuuuper renomados e faz algumas noites com o estrelado pilotando o fogão – Adoro! Vou sempre que dá.
 
Você acredita que quem sabe cozinhar é porque tem o dom ou com persistência se chega lá?Um pouco de cada, mas acredito que para quem não tem dom nenhum, zero, fica um pouco difícil obter resultados extraordinários, pode até conseguir, com persistência, fazer coisas gostosas,mas aquele tchans, fica por conta daquele donzinho especial…

 
Então qualquer um pode se tornar um às na cozinha?
Acho que não. Como nem todos tem o dom do desenho, do esporte, da escrita, não são todos que tem a magia da cozinha.
 
Você acha que dominar as técnicas culinárias é fundamental para ser uma boa cozinheira ou a intuição também conta?De jeito nenhum!!! As técnicas até ajudam, mas não fazem o cozinheiro. Fiz metade da faculdade de gastronomia evia isso ao vivo e a cores, haviam pessoas que tinham um “Q” a mais, já outra sdominavam a técnica super bem, mas o resultado final era normal, às vezes ficava à desejar. No livro da Cora Coralina isso fica clarérrimo, ela cozinhava com o coração e seus doces tinham vida!

 
Você acha que cozinhar hoje ficou mais fácil do que no tempodas nossas avós? Por quê?
Acho
que complicou um pouco! Naquela época elas aprendiam a cozinhar pequenas e não havia esse peso em cima de quem cozinha, elas o faziam naturalmente, usavam os temperos convencionais e as técnicas eram passadas de mãe para filha. Essa infinidade de especiarias e ingredientes é fantástica, mas sinceramente acho que complicou um pouco.
 
A culinária de qual país faz a sua cabeça?
França – toujour!!! Mas sou curiosa nata e amo cozinhas regionais, mesmo as de outros países. A região da Toscaname enlouquece, seus ingredientes, sua capacidade de misturá-los…
 
E a culinária francesa, que é tão falada, qual sua opinião sobre ela?
Eu amo, acho de uma delicadeza ímpar, só eles conseguem fazer o Cassoulet “parecer” um prato leve (rs)!
 
O que você mais gosta: cozinha mineira, baiana, gaucha,goiana, etc…
Como eu já disse, amo cozinha regional e não consigo assinalar preferências, mas os ingredientes da região Norte e Nordeste tem uma vocação para me agradar, adoro!!!
 
Se come bem no Brasil?
Eu acho que sim, nosso prato exemplar – arroz, feijão, bife e salada, que a maioria dos brasileiros comem,já foi premiado como refeição ideal. Quanto aos restaurantes de autoria, achoque estamos indo bem, já podemos contar com alguns muito bons e outros que vão surgir…
 
Já vi pelo seu blog que um dos ingredientes que você gosta é queijo. Qual o seu preferido e qual receita com queijo que te faz babar?
Estou em uma fase queijo de cabra,tudo que tem queijo de cabra me faz babar, especialmente se form uma salada com folhas verdes e crocantes, um bom presunto cru, algumas nozes e muuuito queijo de cabra!
 
Você acha que a apresentação do prato conta muito?
Para mim, mais ou menos. Eu como primeiro com os olhos mas tendo a apreciar mais o aroma do que a aparência propriamente dita.
 
Dê algumas dicas para pessoas comuns que querem se aventurar no mundo da cozinha
Se jogue com a alma, sinta o cheiro dos ingredientes, imagine as melhores combinações, e se não der certo – NÃO desista. Seguir a receita ao pé da letra também ajuda a evitar alguns desastres.
 
Quais utensílios não podem faltar em uma cozinha
Panelas e facas de boa qualidade!!!
 
Ping Pong
 
Loja dos sonhos: Williams Sonoma
Ingrediente indispensável: Baunilha
Restaurante com algo mais:  Due Cuochi Cucina
Viagem gastronômica: Paris que já fiz, Toscana que farei umdia
Vinho ou uísque: Vinho sempre, uísque às vezes
Doce ou salgado: Salgado
Café da manhã, almoço ou jantar, qual o seu preferido:Jantar
Com sobremesa ou sem sobremesa: Sem sobremesa
Onde fazer um pequenique inesquecível: Central Park
Menu perfeito: Aquele que vem acompanhado com o marido
Um povo que recebe bem: Os italianos
Eu não disse que ela era uma fofa? Ela é food blogger mais chique e sofisticada que eu “conheço”. Dani, quando eu crescer quero ser igual a você.
 
Os outros blogs que estão fazendo parte das entrevistas são:
 
Aromas e Sabores Andréa
Cooking Weekend – Gérson
Aqui na Cozinha – Patty
Le Sucrier – Dani
A Cozinha Coletiva – Richie
Figos e Funghis – Fabiana
Blog Quitandoca – GláuciaLavidaenbuenosairseyafines – Sylvia
Cozinha Travessa – Dani
Entre Receitas Raul
PanelaterapiaTatiana

6 respostas

  1. Patty, eu e a Dani sempre tivemos um bate-bola bem legal, mas não conhecia muito sobre a pessoa Daniella! Adorei!
    Percebi que temos muito mais em comum!
    As perguntas foram ótimas!
    Beijos e ótima semana!

  2. Poxa, frô, muito bom saber um pouquinho mais dessa frô que curto muito! ;oD
    Assim como Você, quero ser como Ela quando creser! ;oD
    Adorei essa idéia e vou visitar os outros blogs, alguns ainda não conheço.

    Xerinhos às duas
    Paty

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.