Categorias
Bebida Saudável Geral Receita Saudável Vida Saudável

Suco funcional de cenoura com abacaxi, chia, quinoa e amaranto

Mais um suco funcional delicioso. Portanto, como falei aqui, estou fazendo várias misturinhas de sucos e sopas e, posteriormente, vou colocar algumas aqui para inspirar vocês. Por que muitas vezes ficamos sem ideia do que fazer e, certamente, é sempre bom ter alguma para se inspirar né não?

Então, essa combinação de cenoura e abacaxi ficou deliciosa. Vale a pena fazer.

E mais uma vez a nutricionista Fernanda Zanovello nos traz os benefícios de tomar um suco desse, veja:

CENOURA

Em primeiro lugar a cenoura, ela é rica em betacaroteno (precursor da vitamina A), fibras , cálcio, vitamina C, potássio, fósforo.

ABACAXI

O abacaxi tem vitamina C, fibras, bromelina (enzima que auxilia na digestão – excedeu no churrasco opte por sobremesas como o abacaxi), potássio, fósforo, sódio, além de ação diurética e anti-inflamatória.

CHIA

A chia tem  fibras que formam um gel no estômago, proporcionando sensação de saciedade prolongada; ômega 3 (ação anti inflamatória e antioxidante), auxilia na desintoxicação do organismo, cálcio, potássio, redução do colesterol ruim – LDL e aumento do colesterol bom HDL.

QUINOA

A quinoa tem proteínas de alta qualidade (aminoácidos essenciais e não essenciais), fibras, potássio, cálcio, fósforo, magnésio (contrações musculares e transmissões de impulsos nervosos), ferro, zinco (melhora a imunidade, maturação sexual, atua no paladar e apetite);

AMARANTO

O amaranto tem carboidratos (fonte de energia para o organismo), proteínas, fibras, tocoferóis (atuam na prevenção do envelhecimento precoce), cálcio, fósforo, ferro, isento de glúten (pacientes celíacos), redução do colesterol sanguíneo.

 Fernanda Zanovello

CRN-9 02100272

Facebook: Fernanda Zanovello

fernandabz2009@gmail.com

 

Veja aqui a receita:

Categorias
Receita Salgada Receita Saudável Salgada Sopa e Caldos Vida Saudável

Sopa Detox de Espinafre

Então, hoje vou dar uma sugestão de comidinha salgada que fiz e gostei muito. Só para esclarecer, essa Sopa Detox de Espinafre eu comi nos dois primeiros dias quando estava com uma alimentação mais líquida, mas você pode fazer e acompanhar uma proteína, como frango ou peixe e, posteriormente, ser uma refeição completa. Certamente, lembre-se de variar o que comer, pois você terá os benefícios de outros nutrientes.

Acima de tudo, ela é bem saborosa e quentinha aquece o estômago e nos dá uma sensação muito boa, além de saciar bastante.

Mais uma vez convoquei a nutricionista Fernanda Zanovello para nos falar dos nutrientes presentes nessa sopa, vamos ao que ela diz:

Olá Patty, os nutrientes são:

ESPINAFRE

Em primeiro lugar vamos falar do espinafre, ele é rico em vitamina A (importante para manutenção da visão saudável, crescimento e desenvolvimento ósseo, reprodução, integridade do sistema imune), vitamina K (responsável pela síntese dos fatores de coagulação), ferro (importante na prevenção da anemia), ácido fólico (atua junto com a vitamina B12 na síntese do DNA, prevenção da anemia), cálcio (importante na coagulação sanguínea, transmissão de impulsos nervosos, contração muscular, importante na formação de ossos e dentes), vitamina C (essencial na síntese de colágeno, imunidade, melhora a absorção e utilização do ferro), fibras.

 CEBOLA

Em segundo lugar, a cebola tem ação anti-inflamatória e antioxidante, potássio (contração do músculo cardíaco, transmissão nervosa), vitamina C, cálcio, fósforo (da mesma forma, ele é super importante na mineralização óssea e síntese de colágeno), agentes anticancerígenos.

 AZEITE DE OLIVA EXTRA VIRGEM

Azeite tem ácido graxos monoinsaturados que auxiliam no controle dos níveis de colesterol sanguíneo (promovendo o aumento do HDL – colesterol bom), prevenção de doenças cardiovasculares.

 LINHAÇA DOURADA

Linhaça dourada tem ômega 3 (redução do colesterol e triglicerideos), ação anti-inflamatória e antioxidante, prevenção de câncer e doenças degenerativas cerebrais, fibras (dão saciedade, regulam o funcionamento intestinal e reduzem a absorção de glicose).

BATATA DOCE

Batata doce é fonte de vitamina A e fibras (reduzem a absorção de glicose).

 SAL MARINHO

Sal marinho tem o sódio (essencial para distribuição orgânica de água e volume sanguíneo), iodo (componente dos hormônios tireoidianos – responsáveis por transformação energética, crescimento, reprodução, função neuromuscular e manutenção do metabolismo celular).

CASTANHA DE CAJU

A castanha de caju é rica em vitamina E (antioxidante), vitamina C, potássio, cálcio, magnésio, fósforo, gorduras mono e poli-insaturadas (prevenção de doenças cardiovasculares).  

 Fernanda Zanovello

CRN-9 02100272

Facebook: Fernanda Zanovello

fernandabz2009@gmail.com
Veja a receita:

Categorias
Bebida Saudável Receita Saudável Vida Saudável

Suco Funcional de Melancia, Beterraba e Chia

Além do Suco Verde Detox que falei ontem, tenho variado bastante os sucos que estou tomando nesses dias de detox. Então, nesses dias que estou falando com vocês sobre o pós férias onde estou aproveitando para limpar meu organismo para começar o ano bem, vou postar aqui as receitinhas que fiz e mais gostei. Esse suco funcional com melancia, beterraba e chia foi um desses. Além de ser saudável, ele é bem docinho e refrescante, uma delícia.

Mas, como não sou nutricionista e não tenho conhecimento sobre todos os benefícios que um suco desse pode nos trazer, convidei a nutricionista Fernanda Zanovello para dizer para nós o que estamos ganhando de nutrientes ao tomarmos um suco desse. Vejam o que ela diz:

Olá Patty

Vamos aos nutrientes que estão presentes nesse suco:

MELANCIA

Em primeiro lugar, a melancia possui alto teor de água em sua composição, favorecendo a diurese e auxiliando na hidratação e desintoxicação do organismo. Fonte de carboidratos (fonte de energia), licopeno (pigmento que confere cor à fruta e possui ação antioxidante – prevenindo a formação de radicais livres), cálcio (importante na formação dos ossos e dentes, prevenção da osteoporose, defesa contra infecções, contração e relaxamento muscular), vitamina C (que também possui ação antioxidante, fortalece o sistema imunológico e as gengivas), fibras (atuam proporcionando saciedade e melhorando o funcionamento intestinal), fósforo (mineral importante na formação de ossos e dentes, participa das contrações musculares).

BETERRABA 

A beterraba é fonte de cálcio, fibras solúveis que auxiliam na redução do colesterol ruim (LDL), ácido fólico (importante na prevenção da anemia e má formações fetais), potássio (mineral importante no controle da pressão arterial, transmissão de impulsos nervosos), prevenção de doenças cardiovasculares, licopeno (antioxidante, prevenindo a formação de radicais livres que são responsáveis por danos celulares);

 CHIA

A chia é rica em fibras que atuam formando um gel no estômago, proporcionado sensação de saciedade prolongada, ômega 3 (redução do colesterol ruim – LDL e dos triglicerídeos, aumento do HDL – colesterol bom, prevenção de câncer de cólon, ação anti-inflamatória e antioxidante), cálcio, potássio, proteínas (construção muscular).

 Fernanda Zanovello

CRN-9 02100272

Facebook: Fernanda Zanovello

fernandabz2009@gmail.com

Que tal, fazer um suco desse agorinha mesmo, veja como fiz:

Categorias
Bebida Saudável Conversa na Cozinha Receita Saudável Vida Saudável

10 informações sobre o suco verde

 

Como o suco verde é a estrela de qualquer detox, resolvi citar 10 informações sobre o suco verde antes de passar minhas receitinhas que tenho feito esses dias. Em suma, fiz os dois primeiros dias da detox de uma alimentação líquida, tomei suco verde todas as manhãs, antes mesmo do café da manhã. Eu sei que o suco verde é muito falado por ai e muita gente pode achar que como é um suco saudável e cheio de coisas boas, qualquer pessoa pode tomar, consequentemente não é bem assim. Como a Mariana Jones que é nutricionista e já escreveu sobre isso aqui no blog, veja aqui.

A coisa mais importante que você tem que saber sobre o suco verde

No entanto, como a maioria dos sucos verdes são feitos com couve, tem gente que exagera e toma esse suco verde com couve todo dia, mas o couve pode ser ruim para quem tem problema na tireoide. Isso, posteriormente, também pode ocorrer com outros ingredientes, então o segredo é se conhecer e variar os ingredientes desse suco que é muito bom para a nossa saúde, só precisamos ter um pouco de cuidado.

Entretanto…

Quando tiver qualquer dúvida, procure um nutricionista. Se você não tem como consultar um nutricionista naquele momento, joga sua dúvida no tio Google. Por outro lado também preciso dar uma ressalva, cuidado com as fontes de informações. Procure as informações sobre alimentos em sites ou blogs de nutricionistas ou de clínicas. Tendo boas informações a gente pode ir criando nossas receitas e tendo um cardápio super variado.

Dito isso, aqui vai as 10 informações sobre os suco verde

  1. Em primeiro lugar, procure usar vegetais e frutas orgânicas;

  2. Da mesma forma, use folhas variadas (e não só couve). Prefira verduras de um verde mais escuro como rúcula, salsinha, salsão, agrião, etc… Varie. Nunca tome sempre a mesma receita;

  3. Também tenha cuidado com a quantidade de frutas que usar. Aqui é um suco verde detox e não um suco de frutas que pode ter muita frutose, calorias em excesso e até alto índice glicêmico. Varie também as frutas que você usar: maçã, abacaxi, melão, etc…

  4. Sempre acrescente um ingrediente termogênico no seu suco, como canela, gengibre e até uma pimentinha.

  5. Não pode faltar também uma fonte de fibra como linhaça, chia, gergelim, etc…

  6. O melhor é não adoçar, mas se não conseguir tomar assim, coloque uma colherzinha de mel de abelha;

  7. Prefira usar o liquidificador para fazer o suco. A centrífuga e o juicer separam o bagaço do suco e ele é muito importante e devemos consumi-lo. fora que é um perrengue para limpar, eu tenho centrífuga e posso falar de carteirinha;

  8. Completando o que eu disse acima, não coe o suco e nem passe pela peneira;

  9. Beba assim que for feito;

  10. Tome logo cedo, assim você absorve melhor os nutrientes.

No entatanto, observando essas coisinhas, vamos aproveitar e tomar suco verde bem cedinho que ele nos traz muitos benefícios e se for acompanhado de uma alimentação saudável durante o dia inteiro e um tico de atividade física, traz uma melhora na celulite que é uma beleza, sem falar nos benefícios para o corpo todo.

Sinceramente não acho um suco gostoso, mas tomo. Na mesma linha, eu e meu marido tomamos um copo pela manhã e não é que com o tempo vamos nos acostumando com o gosto dele. Tenho tomado sem adoçar, nem com mel.

Receita de suco verde

Com relação a receita, faça a sua. Misture os ingredientes que você tem em casa, mas sempre observando as dicas acima. Vá vendo as que você mais gosta.

Em 2013 publiquei aqui no blog uma receita de suco verde, uma que sempre faço aqui em casa, está aqui:

Suco Verde

Outras sugestões:

1

 1 punhado de agrião

Gotas de limão

1 pedaço de melão

1 pitada de canela

1 colher de (sobremesa) de linhaça

1 copo de água

2

1 punhado de salsinha

2 folhas de alface

1 rodela de abacaxi

1 col. (de sobremesa) de chia

1 rodela de gengibre

250ml de água

3

1 folha de couve

algumas folhas de hortelã

suco de limão

1 colh. (de sobremesa) de linhaça

200ml de água

Photo by: Michelle Reaves

Categorias
Conversa na Cozinha Geral Receita Salgada Vida Saudável

Minha lista do que comer na detox

Foto: Freeimages

Como falei nos posts, anteriormente, comecei a detox com os dois primeiros dias com uma alimentação mais líquida. Portanto, vou começar as receitas que vou postar com sucos funcionais e sopas super nutritivas. Fiz durante o fim de semana e comi (bebi) muito bem porque tanto os sucos, quanto as sopas são muito nutritivos, e nesse post eu vou de dar uma lista do que comer na detox.

Então, vou colocar aqui minhas listas (que me ajudaram bastante), mas primeiro vou lembrá-los de algumas coisas:

  • E primeiro lugar, comi de 3 em 3 horas
  • Não fiquei com fome, quando senti fome, comi (mas tem que diferenciar se realmente é fome, ou se é apenas vontade de comer)
  • Bebi muita água – eu gosto de tomar 1 copão logo que eu acordo, antes de tudo e depois ir tomando durante o dia.
  • Bebi chá (mas sem adoçar) – Bons chás são: chá verde, hibisco, cavalinha, dente de leão e chapéu de couro. Se quiser coloque canela, gengibre, etc… para melhorar o sabor já que não vai adoçar. Esses chás tem ação diurética, desintoxicante, e anti-inflamatória.
  • Quando pensava em comer, sempre pensei em nutrir o corpo e não apenas encher a barriga.
  • Variei o cardápio o quanto pude.
  • Quando comi frutas, sempre comi junto, fibras ou proteínas.

No entanto, como já disse, na minha detox tirei o glúten, a lactose e os industrializados, que tem alto potencial alergênico.

Então vamos as listas que fiz quando acabei a fase líquida, que eu colei na porta da geladeira e que me ajudavam na hora de fazer a lista de compras e também na hora de preparar nossas refeições.

Dicas:

  • Em primeiro lugar, procurei comprar orgânicos ou de produtores locais que não usam venenos, na medida do possível.
  • em segundo lugar, usei alimentos integrais.

As palavras com cores diferentes tem um link, clicando você é direcionado para mais informações, dê uma olhada, vale muito à pena.

 

Alimentos que devo consumir

MELANCIA, MELÃO, UVA, KIWI, AMEIXA, PÊSSEGO, MORANGO

COCO, LEITE DE COCO (feito em casa)

BANANA, MAMÃO, GOIABA

CEBOLA, ALHO. CHEIRO VERDE, COENTRO, SALSA, SALSÃO, ALHO PORÓ, PIMENTÃO, TOMATE, GENGIBRE

CENOURA, BETERRABA, VAGEM, COUVE-FLOR, BRÓCOLIS, BERINJELA, ABOBRINHA,

ALFACE, ESPINAFRE, RÚCULA, AGRIÃO, RABANETE, NABO

CANELA, PIMENTA, CÚRCUMA (açafrão da terra)

LIMÃO,

ABACATE (pode usar com doce ou salgado)

INHAME,

CARÁ,

BATATA DOCE,

MACAXEIRA (AIPIM, MANDIOCA)

BANANA DA TERRA

CASTANHA DO PARÁ, AMÊNDOA, CASTANHA DE CAJU, NOZES, PIPOCA (mas tem que saber fazer), SEMENTE DE ABÓBORA

DAMASCO SECO, UVA E BANANA PASSA, TÂMARAS, GOJI BERRY

TAPIOCA com alguma semente como semente de chia ou aveia ou amaranto,

CUSCUZ Nordestino (o feito só com flocos de milho)

GELATINA DE AGAR AGAR

OVOS CAIPIRA, GALINHA ORGÂNICA OU CAIPIRA SEM PELE, PEIXE,

SAL MARINHO (usado com muita parcimônia)

AZEITE EXTRA VIRGEM, ÓLEO DE COCO, GHEE,

CHIA, QUINOA, AMARANTO, GERGELIM INTEGRAL, LINHAÇA, BIOMASSA DE BANANA VERDE

MEL, AÇÚCAR MASCAVO, AÇÚCAR DEMERARA, MELAÇO DE CANA, RAPADURA

SUCO DETOX

ARROZ INTEGRAL, ARROZ 7 OU 8 GRÃOS

FEIJÃO VERDE, LENTILHA, ERVILHA SECA, GRÃO DE BICO,

Dicas:

  • Além disso, eu procurei comprar alimentos da estação e comuns na minha região.
  • Mas, não comprei tudo de uma vez, procurei fazer feira toda semana e comprei legumes diferentes a cada semana

 

Lista de alimentos que, consequentemente, não devo consumir na detox

LEITE e derivados.

ALIMENTOS COM GLÚTEN

BOLOS, BISCOITO, PÃES

BATATA INGLESA

CERVEJA, VINHO (e todas as bebidas com álcool)

PRODUTOS A BASE DE SOJA

MARGARINAS, CREME DE LEITE

GELEIAS DIET

EMBUTIDOS (presunto, salame, salsicha, peito de peru)

CARNE VERMELHA (DE BOI)

ALIMENTOS INDUSTRIALIZADOS de forma geral

ALIMENTOS DIETS (eu não tenho diabetes então não uso adoçante, se você tiver converse com seu médico e nutricionista)

TRIGO (farinha e grão)

CENTEIO

CEVADA

Dicas do que comer no dia a dia por refeição

 

Café da manhã:

CHÁS,

SUCOS DETOX E FUNCIONAIS

LEITE VEGETAL

VITAMINA DE BANANA, MAÇÃ OU MAMÃO (mas com leite vegetal)

TAPIOCA (sempre com alguma semente ou proteína)

CREPIOCA

PANQUECA SEM GLÚTEN E SEM LACTOSE

OVO (cozido ou feito com óleo de coco)

CUSCUZ DE MILHO (com queijo sem lactose, ou com ovo)

BANANA DA TERRA COZIDA

BATATA DOCE

FRUTAS (sempre com alguma semente como chia, amaranto, etc…)

 

Almoço/Jantar:

ANTEPASTO de Pimentão, cebola, abobrinha, azeite extra virgem, orégano

GUACAMOLE (abacate, coentro, cebola e azeite extra virgem)

FRANGO (Coxa, peito e sobrecoxa de frango)

BACALHAU E OUTROS PEIXES

ARROZ INTEGRAL OU 8 GRÃOS

FEIJÃO VERDE, GRÃO DE BICO, LENTILHA

SALADAS VARIADAS

LEGUMES VARIADOS

PURÊS (de inhame, macaxeira, abóbora, mas sem leite)

Sobremesa

BANANA ASSADA COM MELAÇO E ALGUMA SEMENTE

MAÇÃ ASSADA COM MEL E ALGUMA SEMENTE

SALADA DE FRUTAS

FRUTA FRESCA

GELATINA DE AGAR AGAR

Lanche

SUCOS FUNCIONAIS

BATATA DOCE

BANANA DA TERRA

OVOS

FRUTAS COM MEL E SEMENTE

CASTANHAS, AMÊNDOAS, ETC…

 

Posteriormente se você quiser mais conteúdos como esse acesse o meu canal do YouTube Clicando Aqui.

Categorias
Conversa na Cozinha Receita Salgada Vida Saudável

Detox: algumas dicas

Bom como falei no post de ontem, fiz essa alimentação mais limpa e desintoxicante nos dias que voltei de férias e continuo fazendo, mas já tinha feito todos os exames antes de viajar. Então, minhas primeiras dicas de detox são:

  • Procure a orientação de profissionais médicos e nutricionistas antes de fazer qualquer dieta.
  • Dieta é específica para cada pessoa, pois somos únicos e só um profissional com base nos seus exames pode te prescrever uma.
  • Aqui, vou colocar só as dicas que, com a minha experiência de ter feito esse tipo de alimentação, eu tive. Daí você pode, seguindo as orientações dos profissionais, aproveitar melhor esse período.
  • Se você estiver grávida, ou estiver gripada, ou com alguma doença mais séria, como diabetes, hipertensão, ou outra, procure o seu médico.

Antes de falar as dicas de detox tenho outra coisa para dizer

Como disse no post anterior, o que fiz foi uma detox, uma desintoxicação do organismo por conta de uma alimentação desbalanceada e cheia de exageros que tive durante as férias.

O que é desintoxicar o organismo?

Desintoxicar o organismo é eliminar toxinas e os efeitos nocivos delas e é o primeiro passo para restaurar o equilíbrio do nosso organismo. Nosso organismo fica intoxicado basicamente por uma alimentação rica em alimentos processados, gordura saturada e trans, excesso de sal e açúcar, aditivos, corantes e conservantes usados inadequadamente. Ou seja, tudo o que comemos de besteiras e gordices. Por isso, sempre é bom fazer essa detox algumas vezes durante o ano. Eu pessoalmente estou querendo manter uma alimentação mais limpa durante a semana e deixando essas gordices, que são um prazer (não tem como negar) só para o fim de semana.

Eu fiz a detox de forma bem rígida durante uma semana, mas já faz uns 20 dias que continuo com a alimentação mais limpa, sem industrializados, sem glúten e sem lactose.

A primeira dica é:

Fazer durante uma semana e nos primeiros dois dias uma alimentação mais líquida e praticamente zero de proteína animal, como carne vermelha, frango, peixe e ovos. No terceiro dia fui voltando com a proteína animal, mas só ovo, frango e peixe.

Bom, vamos as minhas dicas para começar.

1.Planejamento

Coloquei no papel o que eu iria comer nos próximos dias. Outra coisa, fiz listas do que eu podia comer, do que não podia comer e que tipo de alimento poderia ser meu café da manhã, meu almoço e jantar e os lanches. Isso me ajudou muito, pois eu entrava na cozinha querendo comer alguma coisa, ia lá na lista que eu preguei na porta da geladeira e só depois abria a geladeira ou a despensa. Amanhã vou colocar aqui essas listas para vocês.

2.Organizar a geladeira

Só com alimentos saudáveis e que você vai poder comer. Quando temos uma família fica um pouquinho mais complicado. Aqui em casa, aproveitei que a despensa estava quase vazia, porque estava chegando de férias e enchi tanto a despensa como a geladeira com coisas saudáveis e procurei fazer coisas bem gostosas para que todo mundo aderisse. Meu marido fez direitinho junto comigo e amou e meus filhos comeram muito saudável, mas eles continuaram com proteína animal (ovo, peixe e frango) glúten e lactose.

3.O que tirei da minha alimentação

Tirei da minha alimentação nessa semana os alimentos industrializados, diet, light, glúten e lactose (amanhã falo melhor sobre isso).

4.O que eu procurei comer?

Procurei comer muitos alimentos frescos e sem agrotóxicos. Comi muito orgânicos, quando não achava, comprava alimentos produzidos por produtores locais e que não usam venenos nas plantações. Minhas compras de supermercado tem sido pequenininha, enquanto as da feira tem sido enormes (totalmente o oposto de alguns meses atrás).

5.Não bebi bebidas alcoólicas 

Normalmente já não bebo bebida alcoólica, as vezes só um vinho, mas nesse período, evite qualquer tipo de bebida alcoólica.

6.Não usei adoçantes artificiais.

7.Bebi bastante água

Água mesmo, bebi uns 2 litros. Mas bebi também chás e sucos detox e funcionais.

8.Comi de três em três horas, pequenas porções.

9.Fiz atividade física

O bom é fazer atividade física durante esse período. Eu não fiz minhas caminhadas que eu amo (ainda estou com a fascite plantar e fazendo fisioterapia), o maridão fez. Eu tenho uns pesinhos em casa e fiz  uns exercícios para braço, ombro, abdômen, peito e costas, fiz também um pouco de alongamento. Como tenho muita dor nos pés não consigo ainda fazer atividade em pé e para pernas.

Pensei assim: Só por hoje vou comer certinho (como no AA). Fiz isso todo dia e logo estava comendo direitinho e saudavelmente sem dificuldade.

Algumas considerações:

  • Não senti fome em momento algum.
  • Me sentia mais leve depois de uma refeição grande como o almoço. No início eu estranhei porque eu estava acostumada a sair da mesa com a barriga “pesada”, cheia.
  • Não tive mais sono depois do almoço.
  • Durante todo o período não tenho tido dor de cabeça, que normalmente tinha muito.
  • Estou dormindo melhor.
  • Sinto minha pele bem macia.
  • Diminuiu a celulite. Não sumiu tudo (sonho, hahaha), mas visivelmente diminuiu.
  • Como sou uma formiguinha e gosto demais de doce achei que ia ser difícil ficar uma semana sem doce, não foi. De verdade não senti nenhuma falta.
  • Fiz a detox para limpar o organismo, mas acabei perdendo peso, aliás eu e o maridão. Eu perdi, em uma semana 1, 2 Kg (e perdi medida também), meu marido perdeu 1,5 Kg.

Maior dificuldade:

Deixar de contar calorias

Confesso, sou a louca da caloria. Eu sei quanto cada alimento tem de caloria. São muitos anos contando caloria de tudo que eu comia. Já tive livrinho, já tive aplicativo no celular, tudo para me ajudar a contar as calorias do que comia.

Fazendo a detox, me preocupei eu prestar mais atenção ao meu corpo. A comer o suficiente. Não contei caloria em nenhum momento. Comi bem.

Para mais informações, como essa, acesse o meu canal do YouTube Clicando Aqui.

Categorias
Dicas Culinárias Vida Saudável

Manteiga ou margarina, o que é melhor?

Hoje venho falar sobre um tema que vejo que as pessoas ainda tem muitas dúvidas.  Afinal, o que é mais saudável? Manteiga ou Margarina? A manteiga é de origem animal, enquanto a margarina é de origem vegetal, mas afinal o que é melhor?

Vocês já devem ter visto em propagandas da televisão o incentivo para substituir a manteiga pela margarina, mas será que essa é uma boa escolha?

Afinal qual a diferença entre Margarina e Manteiga

A  margarina é uma gordura vegetal que para ficar sólida como a manteiga , é hidrogenada artificialmente, formando o ácido graxo trans, que é toxico para nosso organismo. Assim o consumo excessivo dessas substâncias tem  ação inflamatória e aumenta o risco de desenvolver doenças cardiovasculares.

Mas e a manteiga?  Ela é obtida da gordura do leite, e tem naturalmente ação antifúngica, é fonte de ômega 6, colesterol, auxilia na absorção de vitaminas lipossolúveis A, D, E, K, e possui ácido butírico (um ácido graxo de cadeia curta que é muito benéfico).

Categorias
Receita Salgada Vida Saudável

Você conhece a dieta paleolítica?

A Dieta Paleolítica é caracterizada pelo consumo de alimentos  semelhantes aos de nossos ancestrais e pode trazer muitos benefícios para a nossa saúde.

O foco desse tipo de alimentação  do “homem das cavernas”, é consumir alimentos mais naturais e com menos aditivos químicos.

Já que antigamente, não haviam alimentos industrializados que fazem tão mal por ter agentes estranhos ao nosso organismo. Aumentando  a carga alergênica, tóxica e inflamatória da rotina alimentar.

A proposta é  priorizar alimentos como: hortaliças, castanhas, frutas, raízes, e carnes (adquiridas através da caça). E evitar o consumo de industrializados ricos em carboidratos simples, gorduras trans, aditivos e conservantes  alimentares, o trigo e os lácteos.

A proteína é mantida, e aumenta-se o consumo de gorduras boas (óleo de coco, abacate, azeite, etc), o que gera saciedade.

Categorias
Receita Saudável Vida Saudável

O que fazer quando a azia ataca?

Foto: Foodista

Quando a queimação no estômago e a dor aparecem,  logo pensamos no uso de medicamentos antiácidos e inibidores de bombas de prótons (Omeprazol, Pantoprazol), né? Muitas pessoas nem esperam a indicação médica e já se auto-medicam. Mas apesar de aliviar os sintomas, o uso contínuo traz sérias consequências ao organismo.

Esses medicamentos quando utilizados em excesso, geram a alcalinização do estômago, comprometendo a digestão de vitaminas, como a B12, proteínas, e minerais. Esse processo além de gerar uma sensação de empachamento, gera um processo inflamatório. Já que a má digestão de proteínas (hidrólise), faz com que as macromoléculas  sejam absorvidas no intestino e gera uma resposta do sistema imunológico e a inflamação, que pode estar relacionado com as causas dos sintomas.

O refluxo gastroesofágico (azia), ocorre devido retorno dos ácidos estomacais para o esôfago, e a alimentação  inadequada: comer rápido e com excesso de gordura, frituras, doces, é a maior causa do desenvolvimento desse desconforto.

Sendo assim, nada melhor do que tratar a causa e não apenas amenizar os sintomas com medicamentos né? E que tal eliminar esses sintomas de forma natural? Através de pequenas mudanças na alimentação?

O foco do tratamento é reduzir a carga inflamatória da alimentação e reequilibrar a produção de acido clorídrico e enzimas no estômago.

Seguem algumas dicas:

Categorias
Bebida Dicas Culinárias Geral Legumes e Vegetais Receitas Receitas Para Iniciantes Vida Saudável

Leite de coco é um leite vegetal ótimo para substituir o leite de vaca que é mais alergênico. aprenda a fazer.

Foto: Egahen

Sempre venho ressaltando aqui nas minhas portagens a importância de optar por alimentos mais naturais, e menos industrializados, já que são mais ricos em nutrientes e não possuem aditivos alimentares e substâncias químicas.

E como os estudos científicos vem mostrando cada vez mais que excesso de leite de vaca e derivados na nossa alimentação, pode gerar processos inflamatórios e alergênicos, que tal optarmos também por outros alimentos?!  O ideal então, seria fazermos um rodízio de consumo com leites vegetais, como leite de amêndoas, leite de arroz, leite de aveia, leite de quinoa, ou leite de coco.

Hoje vim trazer uma receitinha super prática e nutritiva para vocês: Leite de Coco Caseiro.

Além de ser rico em vitaminas e minerais o leite de coco  possui como principal  fonte de gordura, o ácido láurico, que tem ação antimicrobiana e antifúngica.

Eu costumo usar bastante o leite de coco em receitinhas de bolos, tortas nutritivas e peixes,  retirando o leite de vaca. Pode ser utilizado também para tomar com cacau em pó ou fazer um mingau delicioso com aveia e cacau, que tal???

Vamos então a receitinha?

Sair da versão mobile