Arquivo da tag: massa

Nhoque de Inhame

Nhoque de Inhame é uma boa alternativa para substituir o Nhoque de Batata e com uma vantagem, o de inhame você pode congelar e o de batata não. Isso ajuda muito né? Porque podemos deixar preparado  e pre cozido no freezer e depois só acrescentar o molho e levar no forno.

Aqui no Nordeste chamamos esse tubérculo de inhame, mas eu sei que é uma confusão só entre inhame e cará. Pensei que a confusão de nomes era só aqui no Brasil, mas quando comecei a pesquisar vi que essa confusão de nomes se estende mundo a fora. Eu sei que em muitos lugares, as pessoas acham que o inhame é aquele menorzinho (aqui não encontramos dele), aqui só encontramos esse maior na feira e nos supermercados. Aqui temos o inhame (esse que usei) que também é chamado de cará-inhame e tem o cará. Mas vi na revista do Globo Rural que o inhame e o cará são todos inhame que são só variedades diferentes. Vai entender, né?

Bem, o que usei nessa receita é esse que aparece no vídeo, o maior.

Nhoque de Inhame

Tempo Total: 30 minutos
Rendimento: 4 a 5 porções

Ingredientes
  • 4 xícaras (de chá) de inhame-cará cozido e amassado
  • 1 colher (de sopa) de manteiga
  • 1 colher (de sobremesa) de sal
  • 1/2 xícara (de chá) de farinha de trigo
  • Molho de sua preferência

Modo de Preparo

  1. Assista ao vídeo aqui:

Dicas:

  • Se não tiver como cozinhar no vapor, cozinhe em água mesmo, mas talvez você tenha que aumentar um tiquinho de farinha de trigo.
  • Amasse quente, fica bem mais fácil. Pode ser com um garfo mesmo.
  • Deixe esfriar completamente depois de amassado antes de colocar os outros ingredientes.
  • Use o molho de sua preferência (servi esse com um ragu de carne), mas só passado na manteiga e com um pouco de queijo parmesão ralado na hora fica delicioso.
  • Aqui tem algumas receitas de molho, dá uma olhada.

Rondelli de Massa de Pastel

Há uns meses atrás comi um rondelli feito com a massa de pastel, aquela comprada pronta e em rolo, na casa de uma amiga e gostei muito, nem parecia massa de pastel. Perguntei a ela como fazia e nossa, era muito fácil. Assim que encontrei a massa para comprar resolvi fazer um também e fiz essa versão de frango que ficou uma delícia.

Estou encantada com essa receita, pois tem muitas possibilidades tanto de recheios, como de molhos. Eu já fiz algumas vezes e cada vez gosto mais.

Além disso é uma receita que rende bastante e você pode fazer em porções menores. Outra dica é montar em porções individuais em tigelinhas que vá ao forno, vai ficar lindo e seus convidados nem imaginarão como é uma coisa tão fácil de fazer, prático e barato.

Continue lendo Rondelli de Massa de Pastel

Rosca de Frutas

Essa Rosca de Frutas é facílima de fazer. Quem é iniciante na cozinha pode ver ela assim tão bonita e achar que é complicada, mas não é verdade. Se você olhar as fotos vai ver que tenho razão. A única coisa que vai precisar é de um pouco de paciência, porque como todo pão, ela tem que ter um tempo de descanso para a massa fermentar e aumentar de tamanho.

Como recheio eu usei frutas cristalizadas, passas e ameixas, mas você pode usar também, figo e pêssego em calda, cerejas ao marasquinho, nozes, castanha ou o que sua imaginação mandar. Viu como é uma receita que nos dá mil e uma possibilidades.

Agora veja como fiz:

Rosca de Frutas

Rendimento: 1 rosca grande

Ingredientes
  • 500 g de farinha de trigo
  • 1 envelope de fermento biológico seco instantâneo (10g)
  • 100 g de açúcar
  • 100 g de manteiga
  • 1 colher (de chá) de sal
  • 2 ovos
  • 1/2 xícara (de chá) de leite morno
  • 150 g de frutas cristalizadas
  • 50 g de uva passas sem semente
  • 50 g de ameixa seca sem caroço
  • 1 colher (de sopa) de açúcar de confeiteiro para polvilhar (opcional)

Modo de Preparo

  1. Coloque em uma tigelinha o fermento, 2 colheres (de sopa) da farinha de trigo, 1/2 colher (de sopa) de açúcar e 1/2 xícara (de chá) de leite morno. Misture bem e deixe descansar por 5 minutos.
  2. Em uma tigela maior misture o açúcar com a manteiga e depois os ovos. Depois acrescente a mistura de fermento. Vá juntando a farinha de trigo e o sal. Misture bem até ter uma massa (não muito seca). Se for preciso acrescente um pouquinho de farinha ou de leite para chegar no ponto. Para mim não foi preciso, mas isto vai variar dos seus ingredientes (por exemplo os ovos podem ser menores ou maiores do que os que eu usei). Deixe a massa dentro do forno desligado por 1 hora.
  3. Depois polvilhe uma mesa com farinha de trigo e abra a massa usando um rolo ou uma garrafa de vinho. Espalhe as frutas por cima da massa e enrole como um rocambole. Corte pedaços de rocambole de 4 dedos de largura e arrume, com as frutas viradas para cima, em uma forma de buraco no meio que esteja untada com manteiga e polvilhada com farinha de trigo. Coloque no forno desligado e deixe descansar mais 1 hora. Agora leve para assar em forno médio por mais ou menos por 30 minutos.
  4. Depois de morna desenforme e polvilhe açúcar de confeiteiro por cima da rosca.

Macarrão Alho e Óleo

Essa é uma comidinha salvadora.

Sabe aqueles dias que você está tão cansada que fazer uma receita para o jantar está fora de questão e que a geladeira e a despensa estão mais vazias do que fim de feira? Bam bam bam, eu tenho a solução: Macarrão alho e óleo. Se for servido com uma taça de vinho, aí vira uma iguaria.

Sem mais delongas, porque o cansaço bateu, veja como eu fiz:

Continue lendo Macarrão Alho e Óleo

Farfalle Com Kani e Brocolis

Fiz esse macarrão ontem aqui em casa, ele é simples, fácil e muito rápido de ser feito. Eu usei o Kani juntamente com o brocolis. Você sabe o que é Kani?

Não!

O que é Kani?

É o mesmo que Kani-Kama. É típico do Japão. Na década de 1970, o Japão começou a industrializar a carne de caranguejo em bastonetes. Hoje, esses bastonetes são feitos com uma massa com carne de peixe processada, outros ingredientes e aroma de caranguejo. Depois a massa é tingida com corante alimentício vermelho, embalado à vácuo, cozidos na própria embalagem e só então é congelada.

Bom, vamos ver então como fiz a minha massa?

Continue lendo Farfalle Com Kani e Brocolis

Como cozinhar macarrão

Esse post é daqueles básicos para quem não sabe cozinhar. Eu separei várias dicas de como cozinhar macarrão. Se você é iniciante na cozinha, pode fazer que dá certinho. Agora, se você já tem experiência, divide conosco suas dicas. Deixa nos comentários do post como você faz e suas dicas.

Vamos lá:

Como cozinhar macarrão

Você vai precisar de:

  • Panela grande
  • Colher grande
  • Escorredor de macarrão (se não estiver usando espagueteira)
  • Água
  • Sal
  • Macarrão (usei espaguete, mas pode ser qualquer outra)

Modo de Preparo:

  • Coloque a água na panela, use cerca de 1 litro de água para cada 100 g de macarrão, isto vai evitar que o macarrão grude, quanto mais água melhor. Deixe a água ferver.
  • Só adicione o sal quando a água ferver. Se você colocar o sal antes, vai demorar mais para ferver. Depois que a água ferver e você colocar o sal, coloque o macarrão.
  • Não quebre as massas longas, fica ruim para comer. Coloque o macarrão como na foto 2 (abaixo), bem espalhadas. Logo elas começam a baixar (foto 3) daí, com a colher, você mexe separando o macarrão, para eles não grudarem.
  • Leia a embalagem e veja a quantidade de tempo que o fabricante recomenda (normalmente é de 8 a 12 minutos).
  • Antes de chegar no tempo recomendado experimente e veja se já está “al dente” (veja abaixo o que é). Se já estiver macio, mas com alguma resistência, já está bom.
  • Retire do fogo, se estiver usando uma espagueteira (eu usei) é só escorrer ou então você pode despejar no escorredor de macarrão. Depois que toda a água foi escorrida, coloque o molho de sua preferência.

Dicas:

  • Não lave o macarrão depois de cozido, vai tirar o sabor. Só lave se for para esfriar para fazer uma salada de macarrão, por exemplo.
  • Use o macarrão logo que terminar de cozinhar, se você deixar ele lá esperando, ele vai esfriar e grudar todo. Se quiser deixar o macarrão cozido para usar depois, misture um pouco de manteiga ou azeite no macarrão. Ou também você pode colocar um pouquinho de molho e misturar bem.
  • Para esquentar o macarrão pronto que você guardou, você pode cobrir com papel alumínio e levar ao forno ou esquentar no micro-ondas (sem o papel alumínio). Pode também colocar a travessa no banho-maria para esquentar.
  • Não precisa colocar um fio de azeite na água do cozimento. Mas, se quiser colocar também não tem problema.
  • Se for usar macarrão na sopa, coloque quando a sopa já estiver quase pronta para ele não cozinhar demais e ficar se desmanchando

O que é macarrão “Al dente”?

É o melhor ponto de cozimento do macarrão. Quando o macarrão está “al dente” significa que ele não está mole demais. Que quando você morde ele está firme e consistente. Para ver se o macarrão que você está cozinhando já está “al dente”, você tem que tirar um e experimentar. Morda, se estiver macio, mas com certa resistência está bom.

Como Calcular a quantidade de macarrão por pessoa?

  • Se for salada de macarrão calcule de 40 a 50 g de massa crua por pessoa.
  • Se for prato único, calcule cerca de 250 g por pessoa de massa crua.
  • Se for acompanhamento calcule  de 80 a 100 g de massa crua por pessoa.

Obs: Se você não tiver balança ou medidor de massa use o olhômetro, pense sempre que a massa mais que duplica depois de cozida e que um pacote (normalmente com 500 g) tem 5 porções de 100 g.

Quais molhos usar no macarrão?

Para calcular a quantidade de molho para o macarrão: Use cerca de 250 ml de molho por pessoa.

  • Macarrões longos (como espaguete, talharim) – Use molhos mais líquidos, como ao sugo, alho e óleo, shoyu, etc…
  • Macarrões mais curtos (como penne, fusilli) – Use molhos mais cremosos, viscosos ou pedaçudos, com carne, queijo, vegetais.

 Formatos de Macarrão

Se você quiser ver os formatos mais comuns de macarrão eu fiz um post, é só clicar aqui:

Formatos mais comuns de macarrão

Você tem alguma dúvida? Você tem mais alguma dica?

Deixa abaixo nos comentários.

Formatos mais comuns de macarrão

No fim de semana passado resolvi montar uma ilustração com os formatos mais comuns de macarrão que usamos. Quem está começando na cozinha muitas vezes tem dúvidas sobre a massa que vai usar ou mesmo qual massa pedir no restaurante. Por exemplo, tem muita gente que acha que rondelli e canelone são a mesma coisa, ou pelo menos feito do mesmo jeito. Mas eles são diferentes. O rondelli é feito com uma massa recheada, enrolada como um rocambole e depois fatiada, enquanto que o canelone é um canudo, recheado e servido inteiro.

Separei as massas em:

  • Macarrão que usamos em sopas
  • Massa curta
  • Massa longa
  • Massas diferenciadas

Espaguete com Abobrinha e Cenoura e Viva o Dia Mundial do Macarrão

Hoje comemora-se o Dia Mundial do Macarrão, seja lasanha, farfalle, espaguete, talharim, penne, fusilli, canelone, ou outro, o que vale é comer para comemorar. Olha a desculpa, kkkk

Mas, que macarrão é uma delícia não tem como negar, eu gosto muito e aqui em casa todos também gostam. Fiz esse espaguete uns dias atrás e como, hoje recebi um email da ABIMA (Associação Brasileira das Indústrias de Massas Alimentícias) me lembrando que hoje é o Dia Mundial do Macarrão, resolvi publicá-lo em homenagem àquele que muitas vezes nos salva. Atire o primeiro rolo de macarrão quem nunca chegou em casa com pouco tempo e fez uma massa para jantar. E o legal do macarrão é que dependendo dos ingredientes que você usa, você terá um prato sofisticado ou um prato simples, mais caseiro. Esse que eu fiz é bem simples, mas é bem balanceado, pois tem o carboidrato do macarrão, os sais minerais e vitaminas dos legumes e a proteina do ovo.

E viva o dia 25 de outubro, o Dia Mundial do Macarrão.

Continue lendo Espaguete com Abobrinha e Cenoura e Viva o Dia Mundial do Macarrão

Pacotinhos da Barbie – Panqueca de Beterraba

Tudo bem que as minhas crianças são meninos, a minha menina agora já é uma moça, mas, quando resolvi fazer essas panquecas, pensei logo em fazê-las rosa. Afinal eu já tinha feito amarelas (de cenoura) e verde (de espinafre), veja os links no final do post.

Eu fiz em forma de pacotinhos, mas você pode dobrar no formato que quiser, aqui tem umas ideias:

Algumas maneiras de dobrar panquecas

Essa é uma ótima maneira para as crianças comerem beterraba, não é?

Continue lendo Pacotinhos da Barbie – Panqueca de Beterraba

Ratatouille Com Espaguete

Nesse inverno o ratatouille está aparecendo muito aqui em casa, como opção para a salada, afinal comer salada neste inverno ninguém merece. É impressão minha ou o inverno está mais rigoroso esse ano? Aqui em Garanhuns o tempo está meio louco. Tem chovido pouco (o que não é muito característico nessa época), o sol aparece quase o dia todo, apesar do vento gelado que sopra.

Então tenho feito várias versões de ratatouille e já publiquei uma aqui:

Receita de Ratatouille (no forno)

E temos comido ratatouille como acompanhamento (nas principais refeições), como petisco (com torradas, como com os Tomates Secos) e fiz este, desta vez, para comer com espaguete, assim como se fosse um molho. Ficou muito bom. Veja como eu fiz:

 

Ratatouille Com Espaguete

Ingredientes

1 berinjela

1 abobrinha

1 pimentão amarelo

1 pimentão verde

1 tomate

1 cebola

3 dentes de alho

1 ramo de alecrim

1 ramo de manjericão

1/2 xícara (de chá) de azeite (usei o extra virgem)

Sal a gosto

250 g de espaguete

Modo de Preparo

Corte a berinjela em cubos não muito pequenos e deixe de molho em água e sal. Corte a cebola em pétalas, pique o alho bem pequenininho. Pique a abobrinha, os pimentões e o tomate em cubos médios.

Coloque 2 colheres de azeite em uma panela e frite o alho, quando começar a dourar acrescente a cebola e deixe murchar (não precisa dourar), depois acrescente o manjericão e o alecrim. Despeje em um refratário e reserve.

Na mesma panela, coloque os pimentões e deixe murchar junto com o tomate. Mexa sempre. Quando murchar, despeje no refratário junto com as cebolas.

Na mesma panela coloque a abobrinha e a berinjela (escorra bem). Aqui também, você vai dar uma refogadinha, até murchar, se precisar acrescente um pouco mais de azeite. Despeje no refratário e misture tudo. Polvilhe um pouco de sal, o restante do azeite. Leve ao forno médio baixo, até secar um pouco. O meu ficou uns 15 minutos.

Cozinhe o espaguete como manda a embalagem. Deixe a água ferver, acrescente a massa e o sal e deixe ficar no ponto al dente. Escorra, coloque em um prato e sirva com o ratatouille por cima.

Dicas:

  • Dá 3 porções bem generosas.
  • Pode variar os legumes, mas fica legal se você colocar muitas variedades.
  • Se você tiver pimentão vermelho pode acrescentar, fica muito bom.

Outras opções de receitas de massas:

Farfalle ao Pesto de Manjericão e Amêndoa

Fettuccine com Molho de Shoyu e Gergelim

Lasanha fácil e prática