Categorias
Eventos Gastronomia

SC Gourmet 2015 – Estarei lá

Hoje estou indo para Blumenau, em Santa Catarina para mais uma vez participar da SC Gourmet Feira de Delikatessen, Produtos Premium e Gastronomia – Sabores de Santa Catarina. Essa feira começa hoje (26/8) e vai até o dia 29/08.

Lá você encontra o que tem de melhor na gastronomia, com produtos gourmet, utensílios, equipamentos e uma novidade desse ano que é o Sabores de Santa Catarina que trará para a feira as receitas típicas de cada região do Estado de Santa Catarina.

É muito bom gente, se você mora ali na região não deixa de dar uma passadinha lá. É aberta ao público e a entrada é gratuita.

Categorias
Eventos Gastronomia Local Lugares e Viagens Receita Salgada

Festival Gastronômico de Pomerode

Enquanto estive em Blumenau para o SCGourmet, numa das noites nossos anfitriões nos levaram para o Festival Gastronômico de Pomerode para jantar e foi uma overdose de comida alemã, que delícia.

Pomerode é considerada a cidade mais alemã do Brasil, ela fica vizinha a Blumenau (33 km) e há 162 km de distância de Florianópolis, no chamado Vale Europeu. O nome Pomerode vem da origem de seus fundadores,que foram imigrantes vindos da Pomerânia (Pommern), norte da Alemanha.

Sempre quis conhecer Pomerode, não cheguei a conhecer realmente, pois fui à noite, mas é uma cidade tão encantadora e o festival gastronômico é sensacional.

Se você tiver no mês de julho para vir para Santa Catarina, reserva um tempinho para vir a Pomerode e curtir o festival, você não vai se arrepender.

No festival, como estávamos em muitas pessoas resolvemos cada um pedir um prato diferente para que todo mundo pudesse experimentar de tudo e foi ótimo, o problema é que cada prato vem com muita comida (seguramente um prato dá para duas pessoas).

Eu simplesmente amei o Eisbein, nesse dia foi o meu preferido, mas tudo era muito bom.

Categorias
Eventos Gastronomia Local Lugares e Viagens Receita Salgada

Passeios em Blumenau durante a SCGourmet

Quando estive em Blumenau, Santa Catarina para participar da SCGourmet fiz, junto com os outros blogueiros, alguns passeios pela cidade e por algumas lojas.

Já falei, no post sobre a SCGourmet como estou encantada com Blumenau e passear por ela foi uma delícia ainda mais acompanhada de dois guias ilustres, o Norberto Mette que é ex-diretor da SANTUR (Santa Catarina Turismo), ex-secretário de turismo de Blumenau, ex-presidente da Vila Germânica e que durante dez anos foi o responsável pela organização da Oktoberfest Blumenau e criou vários outros eventos na empresa onde hoje é diretor e Develon da Rocha que é um dos organizadores da SCGourmet e que foi um anfitrião perfeito nos dias em que estivemos lá. Passeamos bastante, rimos muito e ouvimos histórias pitorescas sobre essa delícia de cidade que é Blumenau.

Gente foi muito passeio e muita coisa que fizemos, separei aqui para mostrar algumas, porque além de participar da SCGourmet, ainda saímos muito para passear e fazer uma coisa que desde a primeira hora que cheguei lá fiz,  comer. Gente é muita comida e comida boa.

Até eu ir para Blumenau eu tinha experimentado pouca coisa da culinária alemã, mas lá comi muito e voltei apaixonada pela comida alemã. Mas, o problema (se é que isso é um problema) é que eles são meio exagerados nas porções ,kkk, quando eu digo que é muita comida, é porque é MUITA mesmooo.

Dá uma olhada em alguns lugares que fomos:

Categorias
Eventos Gastronomia Local Lugares e Viagens Notícia

SG Gourmet – Eu vou. Blumenau estou chegando

 

Pense em uma pessoa feliz, essa sou eu. Fui convidada para ir a Blumenau, em Santa Catarina para participar da SG Gourmet que acontecerá de 16 a 19 de julho e já estou contando os dias. Estou tão entusiasmada porque ainda não conheço Santa Catarina e sempre fui louca para conhecer Blumenau e Pomerode, amo a cultura alemã e a culinária então, uma delícia. A nordestina aqui, não sabe fazer praticamente nada da culinária alemã, então estou indo para aprender muiiito.

Essa já é a quarta edição da SC Gourmet e acontece no  Setor 1 do Parque Vila Germânica e vai reunir expositores de bebidas, alimentos gourmet, utensílios e equipamentos, a exemplo de vinhos, espumantes nacionais, cervejas premium, e uma ampla linha de importados. Vão ter também aulas show com chefs renomados no Brasil e internacionalmente.

Categorias
Conversa na Cozinha Empresas Geral Pessoal Receita Salgada

Minha visita à Massas Abud

Voltei. Gente, voltei. Ô férias demorada, meu povo, hahaha. Quem dera! Na verdade foram uns bons dias de férias, mas quando voltei tive uma série de percalços (nada fáceis). Mas, agora tudo está entrando nos eixos e volto para a minha “rotina”.

Nesses próximos posts quero mostrar um pouquinho do que fiz nas férias, ok? Quem me acompanha no Instagram viu que fui para São Paulo novamente, mas dessa vez fiquei poucos dias na capital, rodei mesmo foi pelo interior, matando a saudades de quando morávamos lá.

Uma das cidades que fui, foi para Taquaritinga, na região central do estado. Durante essa viagem passei um dia com o Zé Abud na empresa dele, a Massas Abud.

Categorias
Conversa na Cozinha Cozinha - Decoração Local Lugares e Viagens

Onde comprar coisas para a cozinha na Rua 25 de março

 1 – Rua 25 de Março, 2 – Metrô – Estação São Bento

Todo mundo já ouviu falar que comprar na Rua 25 de Março, em São Paulo é ótimo, que o preço é excelente e tals, né? Mas a maioria das vezes que a gente vai na 25 é para comprar bijuterias, acessórios de maneira geral, brinquedos e todo tipo de tranqueirinha. Mas, lá também é muito bom para comprar artigos de decoração, material para festas, para embalagem e utensílios de cozinha de maneira geral. É uma área de comércio popular e que muitas vezes a qualidade dos produtos deixa a desejar, mas procurando bem e sabendo comprar você encontra muita coisa boa.

Categorias
Conversa na Cozinha Geral Local Lugares e Viagens

Liberdade – O Bairro Oriental de São Paulo

 1 – Metrô (Estação Liberdade) 2 – Praça da Liberdade, onde acontece a feirinha nos finais de semana 3 – Rua Galvão Bueno

Como falei no post anterior já voltei de São Paulo. Pensei que daria para fazer uns posts lá, mas não deu, então essa semana começo a postar sobre minhas andanças por lá. E uma das coisa que nunca deixo de fazer quando vou a São Paulo, é andar pela  Liberdade, já perdi a conta de quantas vezes já fui lá.

Se você ainda não conhece, marque na sua agenda uma ida à Liberdade na próxima vez que for em São Paulo. O bairro da Liberdade fica bem no centro da cidade de São Paulo, ao lado da Sé, se você quiser, dá  até para ir a pé e visitar a Catedral da Sé (que é o marco zero da cidade), a Rua Direita e tudo por ali. Se tiver bem disposto e quiser andar um pouco mais dá para ir até o Pátio do Colégio (onde nasceu a cidade de São Paulo) e descer até a famosa Rua 25 de março.

A Liberdade é um passeio que vale muito a pena, reserve um dia inteiro para passar por lá. Lá tem diversas lojas como a Ikesaki e a Audrey (de maquiagem e produtos de beleza) com preços ótimos e se você tiver uma amiga cabeleireira, marca de ir lá com ela que os descontos valem muito a pena. Também tem muitos itens de decoração, papelaria e muita coisa falsifiquê. Mas, eu fico louca mesmo é com os mercadinhos. Neles você encontra alimentos e presentes. Perco horas vendo cada coisinha e sempre volto cheia de ingredientes que nunca acho em nenhum outro lugar.

Categorias
Blog Amigo Conversa na Cozinha Geral Lugares e Viagens Notícia Receita Salgada

Passeando em São Paulo

Como falei aqui uns dias atrás, eu fui para São Paulo. Fui especialmente para um casamento e aproveitei para passear, visitar alguns amigos e fazer uns contatos de trabalho. Foi tudo ótimo.

Eu amo viajar, a gente renova a mente e volta reenergizada (é assim que se escreve!?) e São Paulo é incrível, é uma metrópole riquissíma culturalmente. Agora que estou morando bem longe, pelo menos uma vez por ano, eu gosto de ir lá. Sempre volto cheia de novidades e com a cabeça a mil, renovada mesmo.

Categorias
Conhecendo Pernambuco Conversa na Cozinha Local Lugares e Viagens Pernambuco

Dica de passeio: Engenho Lage Bonita

Queria muito dar essa dica para vocês, pois às vezes achamos que não temos muitas opções de lazer aqui na região, o que não é verdade. Então, fui passear com a minha família no Engenho Laje Bonita e gostaria de compartilhar esta dica de passeio com vocês.

Em primeiro lugar, sei que quando moramos em cidades médias ou pequenas às vezes não tem muito o que fazer, mas eu gosto de fuçar e procurar opções, e foi assim que descobri esse engenho que fica a 60 kg daqui de Garanhuns.

Então, aproveitamos a segunda-feira de carnaval e fomos passar o dia em um lugar muito lindo e perto daqui. Se você mora na região ou vai estar por aqui, minha dica de passeio: Engenho Lage Bonita. Vale muito a pena.

O que é o Engenho?

O Lage Bonita é um antigo engenho de cana de açúcar localizado em uma reserva florestal e que produz rapadura, mel de engenho e cachaça desde 1890. O engenho é aberto ao turismo rural com o day use que lá é chamado de Dia de Campo, onde você pode passar o dia, visitando a moagem do engenho, depois se deliciar na mesa de degustação e passar o resto do dia no Parque Aquático Rural.

Se você preferir pode ficar o dia todo no Parque Aquático, que foi o que fizemos. Ou ainda, você pode vivenciar a moagem da cana e a produção de rapaduras, mel de engenho, puxa-puxa, etc… Tudo isso com moendas movidas por roda d’água.

Quero voltar lá agora, para fazer o Dia de Campo e ver o engenho em funcionamento. Conversamos muito com Melânia que é junto com o Paulo, seu marido, os donos do engenho. Conversamos sobre todos os produtos que eles fazem e sobre o funcionamento do engenho, mas quero muito ver em funcionamento.

O Engenho Lage Bonita está localizado no município de Quipapá, aqui em Pernambuco. Quipapá faz parte da área que foi ocupada pelo Quilombo dos Palmares.

Como eu falei, nós passamos o dia no Parque Aquático, que é todo em ambiente rural. Chegando lá, você recebe, na sua mesa, uma bandeja com frutas da região (mangas, cajus, araçás, etc…) e pode comer à vontade e é grátis, inclusive se quiser comer diretamente dos pés. Não é permitido entrar com alimentos no parque, mas lá tem uma petisqueria com algumas opções de lanche, como espetinhos feitos na brasa. Mas, senti falta de não ter almoço.

Parque Aquático

No parque aquático você verá uma grande lage formada pelo leito do riacho Duas Barras e é isso que dá o nome ao local. No parque você vai  ter uma piscina esculpida  nas pedras e com água corrente diretamente do riacho, ou você pode mergulhar e nadar no açude,  fazer passeio de caiaque, esquibunda, andar de cavalo e banho na bica. Bica super forte que dá uma massagem que deixa a gente mole, mole. Lava até a alma.

Nossa programação

Nós chegamos as 9:00h e ficamos até as 16h e 30min que é a hora que o parque fecha. Uma dica é passar protetor solar e beber muita água, pois o parque está a 562 m acima do nível do mar e você vai sentir mais os efeitos do sol.

Produtos do Engenho

Lá no parque você poderá comprar todos os produtos do engenho. Nós compramos a rapadura, a rapadura batida com especiarias e o mel de engenho.

Uma ótima coisa que eu acho dos produtos do Lage Bonita é a qualidade dos produtos que é excelente e também o fato deles venderem a rapadura em pingos e em porções individuais. Eu até mando rapadurinhas para as crianças no lanche da escola. Conversando com Melânia (na foto com o Paulo) ela me falou de como a rapadura é rica nutricionalmente e de um estudo feito por um laboratório francês com as rapaduras deles que atestou alguns nutrientes já bem conhecidos e outros nem tantos, para mim pelo menos, como o flúor.

Não é uma boa dica de passeio? Nós amamos.

Informações

Vou deixar aqui as informações para facilitar caso você queira conhecer:

Como chegar:

De Recife

Pegue a  BR 101, viaje 120 km até o município de Palmares onde bifurca na PE 126 percorrendo-se mais 55 km até Quipapá. Lá novamente bifurque na BR 104 (sentido de Caruaru) percorrendo 900 metros até a porteira do Engenho.

De Maceió

Pegue a BR 104 e viaje 115 km até a porteira do Engenho.

De Caruaru

Pegue a  BR 104 viajando 65 km até a porteira do Engenho.

De Garanhuns

Pegue a PE 177 e viaje 60 km até o município de Quipapá onde bifurca na BR 104 percorrendo-se mais 5 km até a porteira do Engenho.

Serviço

Localização: BR 104 no Km 133 em Quipapá – PE (zona rural)
Preço: R$ 15,00 (adultos) e R$ 12,00 (crianças a partir de 4 anos)
www.lajebonita.com.br

Contato: Melânia Vieira
(81) 9292.5052 (claro)
(81) 9696.6401 (tim)
engenho@lajebonita.com.br

* Este post não é publicidade. É apenas um texto informativo.

Categorias
Gastronomia Local Lugares e Viagens

AQUI NA COZINHA EM BELÉM DO PARÁ – Onde comer?

Bem aqui está o último post sobre a viagem a Belém do Pará que o blog foi convidado a fazer. Quem foi representando o blog como vocês já sabem, foi minha filha Karis. Se você não leu os outros dois posts que ela escreveu, veja aqui:

Agora ela vai mostrar o que andou comendo por lá e boas opções para quem for a Belém. Eu particularmente, gosto muito da comida da Região Norte do Brasil. Já morei em Porto Velho, Rondônia, quando eu era adolescente e vendo esse post e as fotos fiquei doida para tomar um Tacacá.

Bem, segue o relato da Karis, que agora é uma universitária. Isso mesmo gente, ela passou no vestibular, Uhu!

Estou de volta, para falar sobre a viagem que fiz à Belém do Pará! E hoje o assunto é a culinária incrível desta cidade.

Nossa primeira refeição foi o almoço no Restaurante Lá em Casa, na Estação das Docas de frente para o rio, uma paisagem linda e uma comida maravilhosa. De entrada Camarões Empanados no Coco, o prato principal foi Arroz de Coco e Pirarucu ao Molho de Coco e a sobremesa foi uma Queijadinha também de coco. Todos os pratos tinham coco em razão da nossa visita à fazenda da SOCOCO.

O Lá em Casa é um restaurante que usa muito os ingredientes locais e também os pratos típicos, como o Pato no Tucupi, Maniçoba e o Vatapá Paraense. A variedade de Caipirinha é enorme e com todas as frutas paraenses que você imaginar, de cupuaçu a açaí.

De noite fui comer Tacacá como uma boa paraense, haha É uma delícia essa mistura de camarões, goma e tucupi. Para arrematar a noite um sorvete da Cairu, se você for para Belém NÃO PODE deixar de experimentar os sorvetes de lá, experimentei vários, mas os meus escolhidos foram o Paraense (açaí+tapioca) e o de araçá, fruta típica.

Não podia deixar de experimentar o Açaí com Peixe, a mais tradicional refeição paraense. Fui ao Point do Açaí e comi uma variedade de peixes empanados e fritos juntos com salada, o açaí e aquela tapioca mais grossa, beeeeeeem paraense mesmo! Não gostei muito do açaí puro, mas com açúcar fica muito bom, você pode comê-lo junto ou separado do peixe.

Andréa (Aromas e Sabores), Chef Sérgio Leão, Dani e Alceu (Cozinha Travessa) e eu

O último jantar foi no Restaurante Benjamin, incrível o ambiente e a comida. O chef Sérgio Leão é uma simpatia e enquanto comíamos ele nos dava uma aula de geografia, culinária e cultura. Ele nos serviu um Consomê  de Abóbora, Leite de Coco e Gengibre, depois foi o momento da Arraia no Pirão Picante, o terceiro prato foi Purê de Pupunha e Camarões, em seguida para fechar os pratos salgados veio o Magret de Pato com Arroz de Tucupi e Jambo, delicioso! Já estava satisfeita, mas as Cocadas de Maracujá e Cupuaçu estavam incríveis e não pude recusar.

Se você for a Belém não deixe de visitar pelo menos um dos lugares citados acima, todos aprovados!

Beijos

Karis Martins

P.S. Quero agradecer a Andrea, do Aromas e Sabores por me permitir usar as fotos dela do Restaurante Benjamin.