Passeando em São Paulo

Um pequeno resumo do que fiz nesses dias quando fui para São Paulo.

Direto ao ponto

Como falei aqui uns dias atrás, eu fui para São Paulo. Fui especialmente para um casamento e aproveitei para passear, visitar alguns amigos e fazer uns contatos de trabalho. Foi tudo ótimo.

Eu amo viajar, a gente renova a mente e volta reenergizada (é assim que se escreve!?) e São Paulo é incrível, é uma metrópole riquissíma culturalmente. Agora que estou morando bem longe, pelo menos uma vez por ano, eu gosto de ir lá. Sempre volto cheia de novidades e com a cabeça a mil, renovada mesmo.

aquinacozinha

O casamento que fui, foi da filha mais velha de um casal muito amigo, nos conhecemos a nem sei quanto tempo (só sei que a filha deles, nessa época, tinha um mês e meio de vida) e eles moram no meu coração. Já aproveitamos muito a vida juntos, quando nós morávamos lá no Estado de São Paulo sempre saíamos muito de férias juntos, bons tempos.

O casamento foi lindo, emocionante, uma união abençoada e o lugar onde foi realizado, era perfeito.

panelaterapia

Logo nos primeiros dias da viagem, marquei com a Tati, do blog Panelaterapia para nos encontrarmos. Somos amigas desde o início do blog, mas nunca tínhamos nos encontrado pessoalmente. A Tati é uma querida e nosso encontro foi uma delícia. Às vezes a agente se decepciona com amigos virtuais, quando conhecemos pessoalmente, mas com a Tati a identificação foi imediata e estreitamos essa amizade. Valeu querida, foi muito bom estar com você.

Nós fomos ao The Fifties, do Shopping Pátio Paulista e eu aproveitei para experimentar o hambúrguer especial que eles fizeram para participar do SP Burguer Fest, que terminou ontem (24) lá em São Paulo.

Exposição Ibirapuera

O Ibirapuera sempre é um bom passeio em São Paulo e eu aproveitei e fui, dessa vez, ver a exposição itinerante The Little Black Jacket – Um Clássido da Chanel Revisado por Karl Lagerfeld e Carine Roitfeld, que está na OCA, no Parque do Ibirapuera e fica até o dia primeiro de dezembro. Minha filha cursa Administração com Ênfase em Marketing de Moda e ela queria muito ir na exposição, fui com ela e gostei muito, interessante como ele retratou artistas e modelos vestindo a jaqueta preta, clássica da Chanel, cada um a seu modo e a seu gosto. Muita criatividade, versatilidade e atemporalidade, certeza.

lamen

Dessa vez fui duas vezes no Bairro da Liberdade, que eu amo (depois vou fazer um post mais específico). No primeiro dia marquei com a Gisele, do blog Receitas de Minuto. Como eu já tinha feito umas comprinhas, falei para a Gi que queria experimentar o Lamen, que eu nunca tinha comido. Ela que também ama passear pelas ruas da Liberdade me levou no Lamen Kazu, foi ótimo porque esse tinha sido o mesmo restaurante que eu tinha visto na Internet e como ela já tinha ido lá, nos deu várias sugestões de sabores (nesse dia minha filha estava junto), uma delícia.

A Gi é uma querida que já participou aqui do blog há um tempão atrás, ela me mandou uma receita de Frango Indiano, fez o passo a passo em fotos e tudo. Nos conhecemos no Twitter (nos tempos que eu usava muiiito o Twitter), mas só fomos nos conhecer pessoalmente nesse dia. Amei!

comida JaponesaE para fechar esse pequeno resumo das minhas andanças, quero falar desse encontro com uma querida amiga, a Geni Toshimitsu. A Geni é uma amiga querida que morou durante 21 anos no Japão e agora está de volta. Eu acho que meu gosto por tudo que é japonês (e oriental de forma geral) é culpa da Geni, rs. Quando ela morava no Japão, sempre me enviava, pelo correio, uma caixa cheia de coisinhas diferentes, ingredientes (que as vezes eu nem sabia usar) e tudo o que ela encontrava de inusitado. Quando chegava uma caixa era uma festa.

Fomos almoçar com ela,  nesse restaurante que é de um amigo de infância dela, o Okuyama. amei. É daqueles restaurantes tradicionais, frequentado por famílias do bairro, na sua maioria pessoas que são descendentes direto dos japoneses. A comida é excelente e o preço honesto, mas não é um restaurantezinho de moda (que para mim já contou ponto) é um restaurante antigo e tradicional.

Bem, esse foi um pouquinho do que andei fazendo por lá esses dias. E vou procurar fazer uns posts mais específicos, como sobre a Liberdade e sobre a Rua 25 de Março, ok? Serão posts dando as minhas dicas.

0 resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.