Arquivo da tag: Iniciantes na cozinha

Montando um Bolo de Paçoca

Na nossa Série Junina, hoje não trago uma receita, aliás está mais para dica, ou seja é para facilitar. Hoje, quero mostrar como Montar um Bolo de Paçoca, com tudo comprado. Você só vai juntar tudo, quer dizer, cortar, colocar recheio e cobertura. Mas, calma que é tudo muito simples. Em suma, esse post é para quem não tem experiência na cozinha.

Continue lendo Montando um Bolo de Paçoca

Bife acebolado – Dicas de como fazer

Dizem que fazer uma coisa simples pode ser mais complicado do que fácil. Conheço muita gente  por exemplo,  que faz várias comidas gostosas e diferentes, mas que não conseguem fazer um bom bife. Você conhece alguém assim?

Por essa e outras resolvi dar aqui algumas dicas que uso quando vou fazer bife. Fiz um vídeo há uns dias atrás que espero que ajude vocês.

Continue lendo Bife acebolado – Dicas de como fazer

Como fazer costelinha de porco assada no forno (muitas dicas)

Taí uma carne que é uma delícia, costelinha de porco, a spare ribs. Aliás, essa carne tem cada vez mais se popularizado aqui no Brasil. Antes eu não encontrava essa carne facilmente para comprar, agora tem em praticamente todos os supermercados e das mais diversas marcas (já encontrei da Sadia, Seara, Friboi, Perdigão) e com um preço bem camarada.

É o tipo de carne que não tem erro, fácil de fazer e agrada a todos (que gostam de carne claro)

Para mim, se essa carne é feita no forno e com molho barbecue, fica imbatível. Como de passar mal.

Aproveitando que cada vez mais gente tem comprado esse corte de carne e que tenho recebido algumas perguntas a respeito, fiz esse post bem basicão, com todas as dicas que uso e que fui lembrando. Ele vai ser bem bom para quem não tem muito intimidade com a cozinha, ou que nunca preparou costelinha de porco, vamos lá:

Continue lendo Como fazer costelinha de porco assada no forno (muitas dicas)

Como Fazer Feijão Branco

Nesse post eu te ensino a como fazer feijão branco

Mais uma receita básica aqui no blog. Hoje vou mostrar a vocês como fazer feijão branco. Lembram que já mostrei aqui como fazer feijão e como fazer grão de bico. Hoje vou mostrar como fazer feijão branco. Muitas pessoas não comem feijão branco no dia a dia, só fazem feijão branco em receitas especiais. Aqui em casa eu sempre como feijão branco, eu gosto de variar o tipo de grão que comemos, as vezes é feijão carioquinha, as vezes é feijão preto, as vezes é grão de bico, as vezes é lentilha, as vezes é feijão branco e por aí vai.

Comemos o feijão branco como um feijão comum, apenas temperado, ou faço com carne seca, calabresa e bacon, ou faço também salada e outras coisinhas.

Hoje vou dar dicas para quem não costuma cozinhar feijão branco. São dicas básicas para você cozinhar o feijão branco e incorporá-lo a sua rotina alimentar, pois ele é muito saudável.

Continue lendo Como Fazer Feijão Branco

Como Fazer Bife Acebolado

Acho que dos pratos básicos na cozinha, fazer bife foi uma das últimas coisas que aprendi quando comecei a cozinhar. Eu tinha um certo medinho. Acho que porque das primeiras vezes que fiz ficou tão duro que parecia um solado de sapato, seco e duro.

Parece que as coisas mais simples são as que a gente pena mais para aprender a fazer com maestria né?

Muitos bifes depois, agora acho que o meu bifinho fica bom, modéstia a parte. Aprendi muito na tentativa e erro e ouvindo pessoas mais experientes. Por conta disso, resolvi dividir com vocês aqui no blog o que aprendi para fazer um bife bem gostoso.

Mas, não sou a dona da verdade então quem tiver dica aproveita a seção de comentários abaixo e deixa suas dicas também, daí a gente se ajuda.  E para quem é iniciante qualquer ajuda é bem vinda né? Vamos lá:

Como Fazer Bife Acebolado

Ingredientes:

  • (Não vou dar quantidades porque você faz a quantidade que quiser, até só um bife)
  • Carne cortada em bifes (filé mignon, coxão mole, alcatra, etc…)
  • Óleo
  • Sal
  • Pimenta do reino
  • Cebola

Modo de Preparo:

Como “passar” o bife na frigideira
    1. Primeira coisa é escolher uma panela com o fundo mais grosso e deixar aquecer bastante (deixe muito quente mesmo), coloque um fio de óleo e o bife.
    2. Coloque um ou dois bifes por vez, para não baixar a temperatura da panela e começar a juntar água, se juntar água a carne fique seca e dura.
    3. Deixe o bife quietinho não fique mexendo nele, muito menos furando ou esfregando. Nada disso, deixe quieto.
    4. Depois de um minutinho levante a beirada, se já tiver ficado douradinho, vire e deixe dourar do outro lado. Só depois é que você acrescenta o sal e a pimenta do reino moída na hora (se gostar acrescente umas gotinhas de molho inglês).
    5. Vá fritando os bifes aos poucos e reservando.
    6. Depois acrescente um tiquinho mais de óleo e as cebolas cortadas em rodelas na frigideira onde você fritou os bifes, deixe dourar mexendo de vez em quando. Coloque sal nas cebolas e volte os bifes para a frigideira para pegar um gosto e esquentar antes de servir.
    7. Sirva os bifes quentes com as cebolas douradas por cima.

    Dicas

    • Não tem necessidade de bater o bife, se a carne for boa.
    • Não vamos fritar os bifes em imersão como fazemos com o bife à milanesa, então vamos usar pouco óleo.
    • Tem quem goste de pingar umas gotinhas de vinagre na cebola quando está fritando.
    • Tem gente que gosta de temperar o bife com alho, sal e pimenta antes de passar o bife na frigideira, eu não gosto muito porque a gente corre o risco do tempero queimar antes da carne fazer aquela crosta douradinha, que é o mais gostoso do bife.
    • Eu só coloco o sal depois quando o bife já está “selado”, isto é, quando criou a casquinha dourada. O sal desidrata a carne, deixando ela seca, por isso só coloco no final.

    Feijão verde – Como cozinhar e como conservar

     

    Feijão verde é uma delícia, muito saudável e com poucas calorias, é uma riqueza que temos aqui no Nordeste. Aproveitei que fui na feira no sábado e vou mostrar algumas dicas sobre o feijão verde, como cozinhar e também, como conservar.

    Bem, esse feijão vendido assim, ainda verde é bem comum no Nordeste, mas hoje em dia encontramos também em alguns Estados Brasileiros, sei por exemplo, que em algumas feiras, sacolões ou Casa do Norte em São Paulo, o pessoal tem encontrado. Se você encontrar, compre, pois é um alimento muito saudável e que você pode fazer de diversas formas, puro, como salada, como farofa, etc… Fora que você pode aferventar (branquear) e conservar na geladeira ou mesmo congelar no freezer o que vai esticar ainda mais o prazo de validade.

    Continue lendo Feijão verde – Como cozinhar e como conservar

    Como fazer Grão de Bico

     

    Grão de bico é uma ótima opção para variarmos o feijão no dia a dia. Aqui em casa gostamos muito. Aliás, sempre procuro alternativas para a imbatível dupla que é o arroz e o feijão, e o grão de bico é campeão. Além de ser muito saboroso, dá para fazer desde a salada, como ele ensopado, como feijão mesmo, cozido com carne ou frango, patê (homus), etc… ele é muito versátil.

    Assim como o feijão ou outros grãos, a gente já encontra eles cozidos e embalados à vácuo ou em embalagem tetra pak sendo vendidos nos supermercados. Eu acho ótimo para uma hora de emergência, onde você não tem muito tempo. Mas, no dia a dia prefiro cozinhar em casa, para comer bem fresquinho.

    Muitas vezes cozinho uma quantidade grande de grão de bico de uma vez, divido em porções e congelo, daí quando preciso é só tirar do freezer e usar.

    Bem, vejam como eu faço:

    Continue lendo Como fazer Grão de Bico

    Frango com Missô

    Gente essa receita é daquelas vapt e vupt.  Nela usamos pouquíssimos ingredientes e podemos variar o franguinho do dia a dia de forma bem fácil. Vocês estão vendo que estou fazendo várias receitas com inspiração na culinária japonesa e chinesa, né? É que, como vocês sabem, na minha mais recente viagem para São Paulo, fui na Liberdade e comprei alguns ingredientes dessa culinária que eu não encontro facilmente por aqui. Como eu gosto de sempre estar inventando, fico aqui pesquisando e tentando, até fazer coisinhas gostosas para passar para vocês.

    Acho que eu sou mal acostumada, nunca gostei de comer sempre a mesma coisa, sabe aquelas pessoas que sempre comem, arroz, feijão, bife e salada? Essa não sou eu! Gosto de comer coisas diferentes praticamente todo dia. E como sou eu que cozinho aqui em casa sempre mudo, troco o feijão por lentilha, grão de bico, soja, etc… e por aí vai. Também gosto de comida fresca, do dia. Então, mesmo que o feijão seja o de ontem, hoje  um dos pratos vai ser fresco. Sou chata? Num acho não, sou chata com outras coisas, mas com comida, não. Como de tudo e com gosto, meu quadril que o diga. Mas tenho um defeito (?!), não gosto de ficar o dia todo na cozinha, não me entendam mal, eu gosto de cozinhar, mas gosto ainda mais de praticidade. Então, se uma receita é fácil de fazer, barata, rápida e gostosa já me ganhou. É o caso desse Frango com Missô, não tem como ser mais fácil. Veja:

    Continue lendo Frango com Missô

    Salada de Harussame

    Essa salada é uma receita  tida como japonesa, como não sou especialista em culinária japonesa e como nunca fui ao Japão, não posso afirmar que é uma salada japonesa, mas segue os princípios e usa ingredientes das saladas japonesas que vemos por aí. Sou apenas uma curiosa, que experimenta e vai tentando.

    Na minha mais recente viagem para São Paulo e no meu tradicional passeio pelo bairro da Liberdade comprei o Harussame que é esse macarrão fininho, branco e que quando cozinha fica transparente. Quando cheguei na casa da minha amiga, onde estava hospedada, mostrei o harussame para uma querida amiga que estava lá, a Geni Toshimitsu que tinha acabado de chegar do Japão e a noite ela fez para nós uma salada usando o harussame. Eu acho deliciosa, gosto mesmo e foi com base na que ela fez lá em São Paulo, que fiz a minha, mudei um pouco, mas sem perder a essência. É uma versão mais simples do que a que vemos por aí nos restaurantes japoneses, mas muito gostosa e fácil de fazer em casa.

    Eu sei que não é muito fácil encontrar o harussame (principalmente aqui no nordeste), só encontramos em lojas de produtos japoneses, mas se você tiver a oportunidade compra e faz. Eu sou dessas, quando vejo uma coisa diferente, sempre quero comprar para experimentar. Uma dica: hoje já tem boas lojas pela internet que vendem produtos japoneses e orientais de forma geral.

    Agora veja como fiz a minha salada:

    Continue lendo Salada de Harussame

    Sorvete Cremoso de Umbu

    Há uns dias atrás, fiz Polpa de Umbu aqui no blog e atendendo ao pedido do meu filho do meio, fiz esse Sorvete Cremoso de Umbu.  Esse sorvete é super refrescante e parece que você está na Bahia quando come, kkk. Fazer o quê, mas me faz lembrar a sorveteria da Ribeira lá em Salvador.

    Essa receita de sorvete é bem fácil e você pode fazer de vários sabores, seguindo as mesmas proporções. Fica ótimo de manga, goiaba, cajá, morango, cupuaçu, etc…

    Veja a receita e confira como é fácil realmente:

    Sorvete Cremoso de Umbu

    Ingredientes

    • 1 lata de leite condensado (de 395 g)
    • 1 lata de creme de leite (300 g) com o soro
    • 1 lata de polpa de umbu (use a lata de leite condensado para medir) ou use 4 polpas congeladas com 100 g cada

    Modo de Preparo

      1. Coloque o leite condensado, o creme de leite (com o soro) e a polpa de fruta no liquidificador e bata bem, até ficar bem misturado. Coloque em um recipiente de alumínio (veja a foto) e leve ao freezer ou ao congelador. Uso uma forma de alumínio porque congela bem mais rápido. Assim que ele endurecer, coloque no liquidificador novamente e bata (isso vai deixar ele mais cremoso). Coloque em um recipiente, tampe e volte para o freezer para endurecer novamente. Assim que endurecer já pode servir.
    O segredo: O segredo é tirar o sorvete do freezer alguns minutos antes de servir, isso vai deixar ele bem cremoso.

    Dicas

    Se você não tiver a polpa que você fez em casa, pode fazer com aquelas polpas congeladas que a gente encontra nos supermercados. Eu uso um pote de sorvete vazio para guardar o sorvete no freezer. Mas, cuidado, deixe um recipiente só para isso, não vai colocar em um recipiente que você já usou com alguma comida temperada, pois você corre o risco de passar sabor para o sorvete, principalmente se o pote for de plástico.

    Clique e veja:

    Outras receitas com umbu