Arquivo da tag: legumes

Receita de Caldo de Legumes

Como a Mariana Jones, nossa nutricionista, colaboradora aqui do AquinaCozinha, falou há algumas semanas sobre temperos industrializados e temperos caseiros e nos mostrou como fazer um caldo de legumes caseiro e bem saudável, resolvi mostrar um que normalmente faço, que é bem parecido com o que a Mariana faz. Dá para ver que caldo de legumes é uma coisa bem democrática e você pode fazer com os legumes que quiser. Claro que tem a receita clássica ensinada nas escolas de culinária, mas como aqui estamos fazendo para consumir em casa e não em restaurantes, podemos fazer o caldo ao nosso gosto.

Eu confesso que de vez em quando uso caldo pronto (que Mariana não me ouça), sei que não é saudável, mas os últimos meses tem sido punk para mim. Como vocês sabem tenho três filhos, então cuido da casa. dos filhos, não tenho empregada, nem faxineira. Trabalho no blog, que dá um trabalhão com pesquisa, compra, fazer as receitas, tirar e editar fotos e por aí vai e agora estou fazendo um curso de gestão para montar um negócio com meu marido. Então estou surtando. O problema é que às vezes não dá para fazer a comida do dia a dia do jeito que a gente quer,  e aí acabo usando cubinhos de caldo de tempero, mas é uma coisa eventual e por pura falta de planejamento e consequentemente de tempo. Normalmente, quando estou assim como agora, muito ocupada, deixo pronto Tempero Caseiro, lembram dele?

E agora, vou mostrar como  faço Caldo de Legumes, depois de pronto divido em porções e guardo no freezer para usar quando preciso. Esse caldo é bem fácil e prático de fazer, não dá trabalho nenhum. Eu muitas vezes não faço por falta de planejamento mesmo, de ir comprar as coisas e separar um tempo para fazer.

Continue lendo Receita de Caldo de Legumes

Sopa de Frango com Legumes

 

Essa sopa de frango com legumes é aquela bem básica, comum mesmo, mas que é uma delícia, lembra casa de avó. É uma sopa bem nutritiva. Essa ficou meio pálida (kkkk) porque eu estava com pressa e não dourei muito o frango, a pressa é inimiga da perfeição. Mas, mesmo com a cor um pouquinho pálida, ficou gostosa e com esse friozinho uma sopa cai super bem, eu gosto muito.

Para mim só um prato de sopa é suficiente para o meu jantar e essa é bem completa porque tem a proteína da carne, o carboidrato do macarrão argolinha e as vitaminas e aminoácidos dos legumes. Fora que para mim, um prato de sopa no friozinho alimenta o corpo e aconchega a alma. Amo!

Veja como fazer:

Continue lendo Sopa de Frango com Legumes

Salada de Grão de Bico com Legumes

Segunda-feira preguiçosa por aqui. E aí? Como estão?

Hoje resolvi postar essa saladinha que fiz e foi sucesso por aqui. O bom dela é que você pode aproveitar vários restinhos de legumes que você tiver. As quantidades que passo para vocês é só uma ideia, você pode fazer a seu gosto e também variar os ingredientes. Essa é uma salada bem fresquinha e com um toque mais cítrico por conta do limão. Sem contar que é uma salada também muito nutritiva. Então, vamos retomar uma alimentação mais saudável e mais equilibrada? Ontem eu dei uma exagerada, confesso, então, vamos voltar à rotina com uma alimentação mais saudável.

Bem, veja como fiz a minha e se inspire para fazer a sua.

Continue lendo Salada de Grão de Bico com Legumes

Espaguete com Abobrinha e Cenoura e Viva o Dia Mundial do Macarrão

Hoje comemora-se o Dia Mundial do Macarrão, seja lasanha, farfalle, espaguete, talharim, penne, fusilli, canelone, ou outro, o que vale é comer para comemorar. Olha a desculpa, kkkk

Mas, que macarrão é uma delícia não tem como negar, eu gosto muito e aqui em casa todos também gostam. Fiz esse espaguete uns dias atrás e como, hoje recebi um email da ABIMA (Associação Brasileira das Indústrias de Massas Alimentícias) me lembrando que hoje é o Dia Mundial do Macarrão, resolvi publicá-lo em homenagem àquele que muitas vezes nos salva. Atire o primeiro rolo de macarrão quem nunca chegou em casa com pouco tempo e fez uma massa para jantar. E o legal do macarrão é que dependendo dos ingredientes que você usa, você terá um prato sofisticado ou um prato simples, mais caseiro. Esse que eu fiz é bem simples, mas é bem balanceado, pois tem o carboidrato do macarrão, os sais minerais e vitaminas dos legumes e a proteina do ovo.

E viva o dia 25 de outubro, o Dia Mundial do Macarrão.

Continue lendo Espaguete com Abobrinha e Cenoura e Viva o Dia Mundial do Macarrão

Chuchu com Ovo. É bão.

Chuchu? Argh que horror. Eu não gosto. Chuchu não tem gosto de nada

É comum ouvir essas coisas quando falamos de chuchu, né? Ainda bem que aqui em casa todo mundo gosta de chuchu, inclusive as crianças e assim com ovo é que elas comem mesmo. Parece mentira, mas quando faço chuchu com ovo elas comem só isso com arroz.

Experimenta fazer e depois me conta o que você achou, vou esperar hein? É comidinha de mãe, de vó.

Vem cá, sou só eu que acho que o chuchu fica meio adocicado quando cozido? Eu acho que isso dá um certo tchã nas receitas.

Bem vou mostrar como faço esse chuchu é muito simples:

Continue lendo Chuchu com Ovo. É bão.

Ratatouille Com Espaguete

Nesse inverno o ratatouille está aparecendo muito aqui em casa, como opção para a salada, afinal comer salada neste inverno ninguém merece. É impressão minha ou o inverno está mais rigoroso esse ano? Aqui em Garanhuns o tempo está meio louco. Tem chovido pouco (o que não é muito característico nessa época), o sol aparece quase o dia todo, apesar do vento gelado que sopra.

Então tenho feito várias versões de ratatouille e já publiquei uma aqui:

Receita de Ratatouille (no forno)

E temos comido ratatouille como acompanhamento (nas principais refeições), como petisco (com torradas, como com os Tomates Secos) e fiz este, desta vez, para comer com espaguete, assim como se fosse um molho. Ficou muito bom. Veja como eu fiz:

 

Ratatouille Com Espaguete

Ingredientes

1 berinjela

1 abobrinha

1 pimentão amarelo

1 pimentão verde

1 tomate

1 cebola

3 dentes de alho

1 ramo de alecrim

1 ramo de manjericão

1/2 xícara (de chá) de azeite (usei o extra virgem)

Sal a gosto

250 g de espaguete

Modo de Preparo

Corte a berinjela em cubos não muito pequenos e deixe de molho em água e sal. Corte a cebola em pétalas, pique o alho bem pequenininho. Pique a abobrinha, os pimentões e o tomate em cubos médios.

Coloque 2 colheres de azeite em uma panela e frite o alho, quando começar a dourar acrescente a cebola e deixe murchar (não precisa dourar), depois acrescente o manjericão e o alecrim. Despeje em um refratário e reserve.

Na mesma panela, coloque os pimentões e deixe murchar junto com o tomate. Mexa sempre. Quando murchar, despeje no refratário junto com as cebolas.

Na mesma panela coloque a abobrinha e a berinjela (escorra bem). Aqui também, você vai dar uma refogadinha, até murchar, se precisar acrescente um pouco mais de azeite. Despeje no refratário e misture tudo. Polvilhe um pouco de sal, o restante do azeite. Leve ao forno médio baixo, até secar um pouco. O meu ficou uns 15 minutos.

Cozinhe o espaguete como manda a embalagem. Deixe a água ferver, acrescente a massa e o sal e deixe ficar no ponto al dente. Escorra, coloque em um prato e sirva com o ratatouille por cima.

Dicas:

  • Dá 3 porções bem generosas.
  • Pode variar os legumes, mas fica legal se você colocar muitas variedades.
  • Se você tiver pimentão vermelho pode acrescentar, fica muito bom.

Outras opções de receitas de massas:

Farfalle ao Pesto de Manjericão e Amêndoa

Fettuccine com Molho de Shoyu e Gergelim

Lasanha fácil e prática

Receita de Ratatouille (no forno)

Estou simplesmente encantada com essa receita. Para falar a verdade nunca achei que seria tão boa. Gostei realmente. Me surpreendeu.

O que é ratatouille?

É um prato da culinária francesa, da região da Provence, do século XVIII, mas tem influências espanholas e italianas. É um prato rústico que pode ser servido quente ou frio. Ele normalmente é feito com berinjela, tomate, abobrinha, pimentão, cebola e temperado com ervas e alho.

Fonte: Wikipedia

 

Quando vi o filme Ratatouille junto com as crianças, fiquei curiosa com relação a receita que o ratinho Remy preparava. Eu nunca tinha visto um ratatouille, já tinha ouvido falar de um prato com esse nome, mas não conhecia nada além disso. Mas, sabe que não me entusiasmei na época para fazê-lo. Sei lá, achei que não seria tão bom.

Mas, uns dias atrás passando em alguns sites e blogs me deparei com uma foto de um ratatouille em camadas, lindo. Corri para ver a receita. Pois bem, resolvi enfim fazer para experimentar, o tão falado ratatouille.

Fiz a minha receita baseada, justamente nesta do  blog Smitten Kitchen. Não é uma receita do ratatouille tradicional, que é feito no fogão, como um ensopado e usa-se as Ervas de Provence. Aqui no Nordeste, não tenho acesso a ervas tipo tomilho, sálvia, manjerona, etc…

Então, fiz usando manjericão e alecrim e no forno. Ficou divino.

Veja como eu fiz:

 

Ratatouille

Ingredientes

1 berinjela

1 abobrinha

1 pimentão verde

1 pimentão amarelo

3 tomates

2 cebolas

3 colheres (de sopa) de azeite extra virgem

1 galho de manjericão

1 galho de alecrim

Sal

Molho

2 colheres (de sopa) de azeite

2 dentes de alho amassado

1/2 cebola picadinha

2 tomates picadinhos

1/2 xícara (de chá) de água

Sal

Folhas de manjericão

Modo de Preparo

Comece fazendo o molho. Coloque o azeite em uma panela, frite um pouco o alho amassado e acrescente a cebola, mas não deixe fritar muito, só murchar. Junte o tomate, refogue um pouco. Acrescente a água e deixe cozinhar uns 3 minutos. Coloque o sal e as folhas de manjericão. Despeje em uma travessa refratária e reserve.

Preparando os legumes.

A primeira coisa é cortar todos os legumes em rodelas. Comece com a berinjela, corte em rodelas de 1/2 cm e deixe de molho em água salgada por uns 20 minutos (foto 5). Depois escorra e seque um pouco. Isto tira um pouco o amargor da berinjela.

Montagem

Na travessa que já está com o molho, comece arrumando as camadas de legumes. De fora para dentro. Coloque uma rodela de cada legume, de forma intercalada e em pé. Faça isso em toda a travessa (foto 7). Depois de toda a travessa cheia, vá colocando outras rodelas nos espaços que ficaram vazios até que fique tudo apertadinho.

Corte os galhos das ervas em pedaços e polvilhe por cima junto com o sal. Despeje o azeite por cima. Cubra com papel alumínio e leve ao forno médio por cerca de 30 minutos. Depois tire o papel alumínio (foto 10) e deixe o molho secar um pouco (uns 10 minutos, foto 11). Mas, cuidado para não deixar os legumes queimar.

Clique nas fotos para ver em tamanho maior

Dicas:

  • Esse pode ser um prato servido como acompanhamento ou prato principal servido com arroz ou massa.
  • Você pode servir também com pães ou torradas.
  • Outra ideia é usar como recheio para crepes salgados ou omeletes.
  • Essa quantidade dá 8 porções.

Com criatividade é fácil ser saudável

Gosto muito de cozinhar e de comer, mas nem por isso deixo de tentar ser saudável. Afinal, saúde é o que interessa (o resto não tem pressa).

Mas, eu sou adepta do equilíbrio. Nada como você poder comer de tudo, mas sem exageros. Deus me livre, se ser saudável é ter que abdicar das comidas gostosas. Eu penso que não, eu sei que não. Ser saudável é na medida do possível fazer boas escolhas.

Claro que não vou comer empadão vários dias na semana, mas também não vou tomar um shake horroroso só por que é saudável, isto não funciona para mim. Funciona para mim, comer coisas gostosas sempre, sejam saudáveis ou nem tanto.

Acho que posso, um dia ou outro comer uma guloseima se na maioria dos dias as minhas escolhas foram bem feitas (tô certa ou tô errada, queridas amigas nutricionistas?). Procuro não “desperdiçar gostosura” quando vou comer uma delícia que não é tão saudável. Já que vou comer, procuro comer o mais gostoso. Se estou com vontade de comer um doce, vou procurar comer um doce delicioso e não um doce qualquer só para matar a vontade.

Claro que nem sempre é fácil, mas quem disse que é.

Isto é o que eu procuro fazer no meu dia a dia, mas tem dias que não funciona. Tem dias que estou subindo pelas paredes por um doce, neste dia se deixar eu como até açúcar puro. Tem dias que você venderia sua mãe por um pedaço de chocolate, não é? (calma mãe, isto nunca me passou pela cabeça). São os dias mais difíceis. Nestas horas o que faço é seguir uma das premissas dos Alcoólicos Anônimos “um dia por vez”. Vou comer bem, vou comer coisas saudáveis  só por hoje. Se eu não conseguir não vou ficar me martirizando, sigo em frete e no dia seguinte procuro fazer boas escolhas.

 Eu sou um bom exemplo de vida saudável?

Se você olhar rapidamente não sou.

Estou acima do peso, muitos dias tenho uma rotina bem sedentária no computador, tenho um blog de culinária, onde faço muitas delícias (algumas não tão saudáveis) e que todas que eu posto, eu como.

Mas eu busco ser saudável.

Dia a dia eu busco ser saudável.

Aqui em casa sempre tem muita salada, com verduras, legumes e frutas (adoro fruta na salada). Procuro fazer molhos mais leves para acompanhá-las. Muitas vezes o que é para ser frito, eu asso ou grelho, uso muito pouco óleo, mas uso mais azeite de oliva extra virgem (quando estou querendo emagrecer, uso pouco). Alguns dias da semana tenho procurado acordar mais cedo e dar uma caminhada de pelo menos 30 minutos (adoro ver o sol nascer enquanto caminho). Assim vou levando minha vida. Afinal não é sobre “Fazer Boas Escolhas” que estamos conversando. Eu tenho procurado, dia a dia fazer boas escolhas para ser saudável.

Se eu quero ser um exemplo?

Não.

Nem me façam de exemplo, eu não sou.

Eu apenas estive refletindo sobre estes assuntos na semana passada e resolvi dividir com você. Eu além de ter blog, eu leio muitos outros blogs também e o que eu gosto mais quando eu leio é poder aprender com a blogueira, com as experiências dela com relação a determinado assunto. Se é uma blogueira de moda, gosto de saber, por exemplo como ela monta um look legal, como e por que ela fez aquelas escolhas, vejo se funcionaria para mim e aí aprendo a me produzir melhor.

Então espero que quando você terminar de ler este post, você seja capaz de não fazer igual a mim, mas de repensar sua vida e ver o que você pode melhorar para ser mais saudável, só por hoje.

 O que você pode fazer?

Tente fazer boas escolhas na sua vida. Seja feliz.

Procure aos poucos ir mudando de hábitos. Se nunca come fruta, comece por aí. Tente introduzir uma fruta, que você gosta muito, na sua alimentação diária. Se tem pavor a salada ou a tudo que é verde, não tente comer salada [detestando] só para ser saudável, faz uma sopa (bem gostosa) com a salada e toma como entrada em uma refeição. Olha que você pode ter ideias incríveis de sopas levinhas e saudáveis. Ou tenta camuflar os legumes e verduras no meio de outras receitas, viram a Panqueca de Cenoura que fiz algumas semanas atrás?

O importante é você ir mudando os hábitos bem devagar.

E mexa-se.

Faça coisas a pé. Dance na frente da televisão. Ande de bicicleta (aproveite no fim da tarde e veja o por do sol). Se você mora no litoral, vai para orla. Uma água de coco custa 2 reais, uma bicicleta para você passear pela praia, você pode comprar com seu cartão de crédito, mas andar de bicicleta com o vento batendo no rosto e o sol se pondo no horizonte não tem preço. O importante é não passar o dia sentado. Faça alguma coisa.

Afinal você vai querer ser uma velhinha bem “sacudida” na terceira idade, né? Claro que eu sei que isto ainda está muito looooge. Mas plante agora para colher mais tarde. É uma questão de investimento. Como posso resgatar, mais lá na frente, se eu nunca investi? Invista em sua saúde hoje.

O que você faz de gostoso e que é uma opção bem saudável?

Vou esperar as sugestões de vocês aí nos comentários. Eu sei que tem gente que tem várias dicas, então divide com a gente. Vou esperar.

Comida saudável não tem que ser ruim, nem feia, não é? Separei então três ideias que vi por aí e que achei bem legal, dá uma olhada:

Continue lendo Com criatividade é fácil ser saudável

Torta de Brócolis

Esta massa de torta é muito versátil. Hoje eu fiz de brócolis, mas dá para fazer com qualquer legume, inclusive uma seleta deles.

Para o jantar, por exemplo, basta uma fatia desta torta, uma salada bem colorida e uma proteína que pode ser um filé de frango, peixe ou qualquer outra carne. Pode perguntar para sua nutricionista como esta é uma excelente refeição.

Continue lendo Torta de Brócolis

Legumes Bizarros

Lembra quando mostrei aqui aqueles morangos em forma de coração? Tinha também aquelas frutas e legumes em formatos inusitados, lembra?

De vez em quando recebo umas coisas bem bizarras por email. Outro dia recebi uma imagem de batata (esta em forma de ursinho da foto), achei interessante e fui ver se conseguiria outras no Sr. Google. Achei algumas destes tipos de imagens.

Só não sei se é capricho da natureza, Photoshop, manipulação genética, legumes enformados (como os morangos) ou sei lá o que.

Veja estas bem surreais que achei por aí: