Cuscuz Nordestino, uma receita muito fácil!

Hoje vou ensinar você a fazer aquele Cuscuz típico aqui do Nordeste, de milho, bem quentinho e que dá para comer tanto salgado como doce. No café da manhã dos hotéis aqui do Nordeste sempre há uma pessoa fazendo Cuscuz na hora, com diversos tipos de recheio. É uma delícia, não é mesmo?

Direto ao ponto

Hoje vou ensinar você a fazer aquele Cuscuz típico aqui do Nordeste, de milho, bem quentinho e que dá para comer tanto salgado como doce. No café da manhã dos hotéis aqui do Nordeste sempre tem Cuscuz frequinho, com diversos tipos de recheio. É uma delícia, não é mesmo?

O Cuscuz é uma ótima opção para substituir o pão com manteiga em suas refeições. Pode ser feito com ovo cozido, com leite de vaca ou leite de coco, manteiga, requeijão de corte, carne seca, carne de sol e afins. O segredo é acompanhar com ingredientes típicos e populares.

Vamos fazer este Cuscuz no fogão, com vapor. Mas, para quem não tem uma cuscuzeira ou uma panela a vapor, dá para fazer também no microondas.

O cuscuz é o exemplo vivo da transformação cultural de um prato, é um exemplo das influências que cada região do país pode exercer sobre uma única receita e, assim, criar novos sabores, formatos e histórias.

O cuscuz paulista leva farinha de milho e mandioca, tomate, pimentão, sardinha, camarão, ovo, pimenta, salsinha… ao gosto de cliente. Em Minas a receita leva galinha, desfiada ou em pedaços, muitas vezes com molho de tomate ou caldo de feijão. Outra receita mineira mistura a tradicional farinha de milho com mandioca e fubá, açúcar, canela, erva-doce e queijo.

Em Santa Catarina, é famosa a bijajica, um cuscuz feito com mandioca, amendoim cru e açúcar mascavo. No Paraná existe a mandipuva, um tipo feito com mandioca fermentada e espremida, e pode levar sal, erva doce e canela, ou amendoim, ovos e banha de porco.

Na Bahia também existe uma versão com inhame e farinha de mandioca e, no Maranhão, eles preparam o prato com flocos de arroz e tapioca.

Cuscuz Nordestino

Rendimento: 1 Pessoa

Ingredientes:

Flocão para cuscuz – Farinha de milho flocada sem sal
1/2 xícara de flocão
1/4 xícara de água
Uma pitada de sal

Utensílio:

Cuscuzeiro ou Panela a Vapor


Assista ao vídeo abaixo para ver mais detalhes e dicas:

Modo de Preparo:

  • Primeiramente, em um recipiente, adicione a farinha de milho flocada e o sal. Misture estes ingredientes.
  • Em seguida, adicione a água para umedecer a farinha de milho para que ela fique hidratada. Deixe hidratando por 5 minutos. A farinha deve ficar como uma areia molhada.
  • Depois de hidratada, cozinhe em uma Cuscuzeiro ou Panela a Vapor por 1 a 2 minutos (veja o vídeo que usei uma cuscuzeira individual). Lembre-se de não compactar a farinha de milho, apenas espelhar dentro da cuscuzeira ou panela.
  • O ponto de cozimento é quando o cuscuz vira um bolinho compacto.
  • Sirva bem quentinho: regado com leite de coco, coco ralado e açúcar. Ou simplesmente  com uma manteiga deliciosa. Também vai bem com leite condensado. Ou, ainda, como uma refeição principal com um ensopado de galinha, carne de sol, salsicha. Esta receita é neutra, portanto, fica bem com muitos ingredientes salgados ou doces.

Sugestão:
Aqui no BLOG você também pode pesquisar diversas receitas, doces e salgadas, de cuscuz: como a Salada de Cuscuz Nordestina e o Bolo de Cuscuz, . CLIQUE AQUI para ver algumas.
Posteriormente, se quiser ver mais posts como esse, acesse o meu canal do YouTube Clicando Aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.